Página acima: Reencarnação
Provação

--

[41a - página 147] - Emmanuel - 1940

        O verdadeiro espírita vê as coisas deste mundo de um ponto de vista tão elevado; elas lhe parecem tão pequenas, tão mesquinhas, a par do futuro que o aguarda; a vida se lhe mostra tão curta, tão fugaz, que, aos seus olhos, as tribulações não passam de incidentes desagradáveis, no curso de uma viagem. O que, em outro, produziria violenta emoção, mediocremente o afeta. Demais, ele sabe que as amarguras da vida são provas úteis ao seu adiantamento, se as sofrer sem murmurar, porque será recompensado na medida da coragem com que as houver suportado. 

[9a - página 41-Introdução]

A vida material é uma prova que lhes cumpre sofrer repetidamente, até que hajam atingido a absoluta perfeição moral. 

.

[9a - página 24  Introdução]

A Alma que não alcançou a perfeição durante a vida_corpórea, para depurar-se, sofre a provas de uma_nova_existência. A alma passa então por muitas existências corporais. Os que dizem o contrário pretendem manter-vos na ignorância em que eles próprios se encontram. Esse o desejo deles.

.

[9a - página 120 questão 166]

A cada nova existência, o Espírito dá um passo para diante na senda do progresso. Desde que se ache limpo de todas as impurezas, não tem mais necessidade das provas da vida corporal.

.

[9a - página 103 questão 132]

É limitado o número das existências corporais. A cada nova existência, o Espírito dá um passo para diante na senda do progresso. Desde que se ache limpo de todas as impurezas, não tem mais necessidade das provas da vida corporal

.

[9a - página 121 questão 168]

        Pode suceder que a existência atual seja pior que a precedente, isto é, poderá o Espírito cometer, numa existência, faltas que não praticou em a precedente. Depende do seu adiantamento. Se não souber triunfar das provas, possivelmente será arrastado a novas faltas, conseqüentes, então, da posição que escolheu. Mas, em geral, estas faltas denotam mais um estacionamento que uma retrogradação, porquanto o Espírito é suscetível de se adiantar ou de parar, nunca, porém, de retroceder

[9a - página 218 questão 398]

  • Em todos os trechos da vida - mais particularmente naqueles em que as tuas forças se vejam defrontadas pela provação -, procura tempo, através da meditação, para comungar com as Forças Divinas que nos baseiam a existência, e reconhecerás que estamos todos em Deus, tanto quanto cada partícula no corpo em que se integra e cada mundo no edifício do universo de que todos partilhamos.

  • Se tiveres suficiente serenidade para analisar com o tempo a própria situação, compreenderás que nos fluxos e refluxos das nossas lutas evolutivas, segundo as leis que nos regem, estamos sempre no lugar adequado às necessidades de aprimoramento e reajuste espiritual que nos caracterizam:
    • na condição indicada em que devemos estar para o desempenho de determinadas obrigações;
    • chamados a executar essa ou aquela tarefa que mais se nos aproprie ao adiantamento moral, conforme o programa traçado pelos Orientadores da Vida Superior;
    • na equipe de criaturas afins com que nos cabe desenvolver o mandato que se nos descerra à possibilidade de servir;   (Ver: Familiares problema)
    • com os dons e desafios, dificuldades e vantagens que nos compete aceitar e manejar no trabalho a que fomos conduzidos em proveito próprio;
    • e nas atividades justas nas quais encontraremos todo o material humano e todos os recursos circunstanciais de que carecemos para a obra de nossa própria ascensão espiritual.  

  • Asserena-te sempre e abençoa as provas que te assinalem a estrada, de vez que são essas mesmas provas que te estruturam o degrau exato que podes e deves transpor na conquista da própria felicidade, ante a Vida Maior.

[117 - páginas 163/164] - Emmanuel

Os Espíritos_da_segunda_ordem, para os quais o bem constitui a preocupação dominante, têm o poder de praticá-lo, de acordo com o grau de perfeição a que chegou. Assim, uns possuem a ciência, outros a sabedoria e a bondade. Todos, porém, ainda têm que sofrer provas.  

.

[9a - página 86 questão 98]

Quando um justo é infeliz, isso representa uma prova que lhe será levada em conta, se a suportar com coragem. Lembrai-vos destas palavras de Jesus: "Bem-aventurados os que sofrem, pois que serão consolados".

.

[9a - página 429 questão 926]

A lei das provas é uma das maiores instituições universais para a distribuição dos benefícios divinos

.

Emmanuel - (Consolador)  [55 - página 104]

   
Um guia_espiritual pode ser um bom amigo, mas nunca poderá desempenhar os vossos deveres próprios, nem vos arrancar das provas e das experiências imprescindíveis à vossa iluminação.

.

Emmanuel - (Consolador)  [55 - página 104]

        As provas têm por fim:

        Pode dar-se que um homem nasça em posição penosa e difícil, precisamente para se ver obrigado a procurar meios de vencer as dificuldades. O mérito consiste em:

  • sofrer, sem murmurar, as conseqüências dos males que lhe não seja possível evitar, em perseverar na luta, em se não desesperar, se não é bem-sucedido; 

  • nunca, porém, numa negligência que seria mais preguiça do que virtude.

[24 - página 121 item 26]

        Não poucas vezes vos preocupais, nas lides planetárias, com as provações necessárias, que julgais excessivas para as vossas forças.

        Crede! O fardo que faz vergar os vossos ombros não é demasiado para as vossas possibilidades.

        Deus tudo prevê e, sobretudo, a escolha de semelhantes provações é uma questão de preferência individual; é freqüente a vossa incompreensão a respeito desse ensinamento espiritualista.

        Estais, porém, entre as masmorras da carne, a vossa consciência limitada freqüentemente se nega a encarar a luz em todos os seus divinos resplendores.

.

[71 - página 165] - Emmanuel - 1938    

 

        A lei das provas é uma das maiores instituições universais para a distribuição dos benefícios divinos.

        Precisais compreender isso, aceitando todas as dores com nobreza de sentimento.

        A prece não poderá afastar os dissabores e as lições proveitosas da amargura, constantes do mapa de serviços que cada Espírito deve prestar na sua tarefa terrena, mas deve ser cultivada no íntimo, como a luz que se acende para o caminho tenebroso, ou mantida no coração como o alimento indispensável que se prepara, de modo a satisfazer à necessidade própria, na jornada longa e difícil, porquanto a oração sincera estabelece a vigilância e constitui o maior fator de resistência moral, no centro das provações mais escabrosas e mais rudes.

.

[41a - página 147] - Emmanuel - 1940

PROVAS E BÊNÇÃOS

  • Esforçando-te por superar dificuldades e contratempos, nas áreas da reencarnação, recorda o patrimônio das bênçãos de que dispões, afim de que os dissabores e empeços educativos da existência não te sufoquem as possibilidades de trabalhar e de auxiliar.
  • Atravessas incompreensões e tribulações em família. Entretanto, possuis saúde relativa e recursos, ainda que mínimos, para vencê-las construtivamente até que se extingam de todo.
  • Sofres com os entraves do parente difícil. Todavia, guardas contigo a luz da compreensão, de modo a ajudá-lo a solver os conflitos e inibições de que se sente objeto.
  • Trabalhas afanosamente na proteção econômica indispensável a vários entes queridos. Mas não te escasseiam energias e oportunidades de serviço, a fim de ampará-los até que possam dispensar o concurso mais intenso.
  • Respondes por determinadas tarefas de socorro material e espiritual em benefício de muitos, e em muitas circunstâncias sentes a presença da exaustão. No entanto, aparecem providencialmente criaturas e acontecimentos que te refazem as forças para que a obra continue.
  • Assumiste pesadas obrigações que te compelem a enormes prejuízos a favor de outrem, e, por vezes, te supões na total impossibilidade de satisfazer aos compromissos próprios. Contudo, novo alento te visita o espírito e pouco a pouco atinges a liquidação de todos os débitos que te oneram a responsabilidade.
  • Em todas as provas que te assaltam os dias considera a quota das bênçãos que te rodeiam. E, escorando-te na e na paciência, reconhecerás que a Divina Providência está agindo contigo e por teu intermédio, sustentando-te em meio dos problemas que te marcam a estrada, para doar-lhes a solução.

[117 - página 21] - Emmanuel

TRIBULAÇÕES

  • Quando estiveres à bica de maldizer as provações que a Terra te ofereça por lições beneméritas, pensa na estagnação em que se nos erigiria o caminho, se não houvesse a mudança, que tantas vezes se nos expressa à custa de sofrimento.

  • Se a semente não aceitasse a solidão, no claustro da gleba, flor e fruto não surgiriam no enriquecimento da vida.
    Se a fonte recusasse passar por sobre lodo e pedra, o campo estaria reduzido à esterilidade.
    Se a lâmpada se negasse a suportar a carga de força que gradativamente a consome, não se faria luz dissolvendo as trevas.
    Se a criança não se desenvolvesse, transformando-se em adulto, a ingenuidade jamais daria lugar à experiência.

  • Assim em todos os distritos da edificação e do sentimento.
    Se a cultura não crescesse, não haveria progresso.
    Se a teoria não avançasse para a realização, nunca passaria de um montão de palavras.

  • Transposição, atrito, provas e desafios são condições de melhoria e aperfeiçoamento, ajuste e elevação. À vista disso, aceitemos em paz as tribulações que a existência nos imponha.
    Se lutas e empeços, conflitos e lágrimas não nos visitassem os corações, nosso espírito se deteria gradeado na ilusão e na insipiência, ensombrado de ignorância e primitivismo.
    Agradeçamos os obstáculos que nos chegam em forma de alteração ou mudança, quebrando-nos a inércia e renovando-nos a vida.

  • Recordemos a águia nascitura.
    Não fosse o rompimento do invólucro que a constringe, não desenvolveria as próprias asas para ganhar as alturas.
    Não existisse o sofrimento que nos estilhaça a crosta da personalidade egoística, não encontraríamos caminho para elevar-nos à felicidade da vida eterna.

[117 - página 59] - Emmanuel

INQUIETAÇÃO E RENOVAÇÃO

  • É possível que as tribulações do cotidiano, de quando em quando, te enevoem os olhos, com relação à senda em que a vida te situou.

    Na escola da Terra, porém, a dificuldade é a prova que assegura a lição, e a crise é a época de exame, na qual nos assinalamos, quanto ao proveito no trato da experiência.

    Imperioso não nos sintamos tomados de pessimismo ou pressa, à frente dos empeços na tarefa a concretizar.

    E que não haja de nossa parte qualquer declaração de impossibilidade, no setor de tempo e limitação, porque o tempo está incessantemente ao nosso dispor, e a limitação, na essência, não existe nos domínios do espírito imperecível.

  • Muitas vezes, o rude aprendizado da criatura na derradeira quadra da existência terrestre é o agente de base que lhe garantirá o êxito na próxima reencarnação; e, com freqüência, apenas depois de numerosas tentativas, supostamente frustradas, é que obtemos a realização que se objetiva.

  • Cada um de nós é um ser terno vivendo no Universo sem limites.

    Pensa nisso, antes de qualquer predisposição ao desânimo ou desespero.

    • Se trazes alguma enfermidade recidivante. Não descanses na assistência a ti mesmo, em demanda da cura necessária;
    • se sofres erros crônicos, reconsidera a própria orientação, adotando novo rumo;
    • se carrega desilusões, alija a carga de tristeza a que inconseqüentemente te submetes, contemplando horizontes mais altos,
    • e, se fracassaste em alguma iniciativa, refaze as próprias forças, empreendendo tarefas novas.

  • Recordemos:
    • para sanar qualquer problema em que se nos encrava a marcha_para_diante, bastará sempre nos disponhamos a reagir construtivamente buscando a solução justa, trabalhando para isso, seja a começar ou recomeçar.

[117 - página 67] - Emmanuel

O Silêncio Fala


       
Nos dias de
provação maior, quando tudo em torno de ti pareça problema sem solução, arrima-te, mais intensamente, ao próprio
trabalho

  • Não compliques a vida com lamentações suscetíveis de prejudicar o caminho dos outros. 

  • Não dramatizes os obstáculos em que te encontras perdendo tempo.

  • Continua agindo e servindo para o bem.

  • O teu silêncio falará por ti muito mais.


(Emmanuel)

Seguindo Adiante

A provação que se nos revela de impacto 
assemelha-se a golpe destruidor.

Quando isso, porventura, te aconteça, 
é natural que sofras e chores;

Entretanto, não te fixes 
em qualquer condição negativa.

Prossegue nas tarefas 
que a Sabedoria da Vida te confiou.

Recorda: quando uma bomba explode 
numa longa vereda talhada na pedra,

Quase sempre surgem janelas abertas 
nas paredes da rocha,

Pelas quais é possível 
descortinar amplos caminhos

Que mais facilmente trilharemos 
em busca de paz e de elevação.

(Emmanuel - do livro: Neste Instante)

.

Sem prova não se mede valor!

.

Ver também:

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS