Psicosfera ambiental

Página acima

        É a aura ambiental, que pode ser sentida como agradável quando formada pela emissão de forças espiritualmente mais purificada, ou desagradável – e, até, repulsiva -, no caso contrário.  Como, evidentemente, a energia predominante é de natureza mental.  Nesta linha, poder-se-ia também cogitar a existência da aura coletiva e, até, da aura terrestre (psicosfera terrestre), “constituído pela multi e variadíssima gama de pensamentos e emoções que traduz o grau de evolução geral da Humanidade”.

[1 - página 220]

Também, as emanações de natureza psíquica que envolvem a Humanidade, provenientes das colônias de seres desencarnados que rodeiam a Terra.

[16a - página  62] - André Luiz -  1943

        Quando nos reunimos àqueles a quem amamos, ocorre algo de confortador e construtivo em nosso íntimo. É _o_alimento_do_amor. Quando numerosas almas se congregam no círculo de tal ou qual atividade, seus pensamentos se entrelaçam, formando núcleos de força_viva, através dos quais cada um recebe seu quinhão de alegria ou sofrimento, da vibração geral. É por essa razão que, no_planeta, o problema do ambiente é sempre fator ponderável no caminho de cada homem. Cada criatura viverá daquilo que cultiva.

  • Quem se oferece diariamente à tristeza, nela se movimentará;
  • quem enaltece a enfermidade, sofrer-lhe-á o dano.

        Não há nisto mistério. É lei da vida, tanto nos esforços do bem, como nos movimentos do mal.

  • Das reuniões de fraternidade, de esperança, de amor e de alegria, sairemos com a fraternidade, a esperança, o amor e a alegria de todos;
  • mas, de toda assembléia de tendências inferiores, em que predominam o egoísmo, a vaidade ou o crime, sairemos envenenados com as vibrações destrutivas desses sentimentos.

        Igualment aos princípios que regem a vida nos lares humanos.

  • Quando há compreensão recíproca, vivemos na antecâmara da ventura celeste e,
  • se permanecemos em desentendimento e maldade, temos o inferno vivo.

[32 - páginas 242/243] - André Luiz

        Sustentava Emanuel_Swedenborg que uma densa nuvem se havia formado em redor da Terra, devido à grosseria psíquica da humanidade e que de tempos em tempos havia um julgamento e uma limpeza, assim como a trovoada aclara a atmosfera material. Via que o mundo, já em seus dias, entrava numa situação perigosa, devido à sem-razão das Igrejas por um lado, e a reação contra a absoluta falta de religião, causada por isto. As modernas autoridades em psiquismo, especialmente Vale Owen, falaram dessa nuvem crescente e há uma sensação geral de que o necessário processo de limpeza geral não tardará.

[95 - Capítulo: A HISTÓRIA DO ESPIRITISMO - A História de Swedenborg ]

        Estamos penetrando a esfera de vibrações mais fortes da mente humana. Achamo-nos a grande distância da Crosta; entretanto, já podemos identificar, desde logo, a influenciação mental da Humanidade encarnada. Grandes lutas desenrolam-se nestes planos e milhares de irmãos abnegados aqui se votam à missão de ensinar e consolar os que sofrem. Em parte alguma escasseia o amparo divino.


[103 - página 82] - André Luiz

        Infelizmente, as emissões vibratórias da Humanidade encarnada são de natureza bastante inferior, em nos referindo à maioria das criaturas terrestres, e estas regiões estão repletas de resíduos escuros, de matéria mental dos encarnados e desencarnados de baixa condição.


[103 - página 175] - André Luiz

        A Natureza nunca é a mesma em toda parte. Não há duas porções de terra com climas absolutamente iguais. Cada colina, cada vale, possui expressões climatéricas diferentes. É forçoso reconhecer, porém, que o campo, em qualquer condição, no círculo dos encarnados, é o reservatório mais abundante e vigoroso de princípios_vitais. Em geral, todos nós, os cooperadores espirituais, estimamos o ar da manhã, quando a atmosfera permanece igualmente em repouso, isenta dos glóbulos de poeira convertidos em microscópicos balões de bacilos e de outras expressões inferiores.

  • Na floresta temos uma densidade forte, pela pobreza das emanações, em vista da impermeabilidade ao vento. Aí, o ar costuma converter-se em elemento asfixiante, pelo excesso de emissões dos reinos inferiores da Natureza.
  • Na cidade, a atmosfera é compacta e o ar também sufoca, pela densidade mental das mais baixas aglomerações humanas.
  • No campo, desse modo, temos o centro ideal...

[103 - página 215] - André Luiz

Ver também:

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS