Página acima: Ciência
Energia

--

 

O que chamais fluido elétrico, fluido_magnético, são modificações do fluido_universal, que não é, propriamente falando, senão matéria mais perfeita, mais sutil e que se pode considerar independente.

[9a -  página 60 questão 27]

        A ciência humana terrestre parece não ter para a energia melhor definição do que: "a capacidade que possui um corpo, ou sistema, de produzir trabalho".  

        Capacidade é noção demasiado vaga, que a rigor nada define. É que a natureza intrínseca da energia é ainda ignorada pelo homem.  Um dia, porém, ele descobrirá que essa "capacidade" é a "secreção" mental por excelência; basicamente, a emanação primária de Deus Criador e, por extensão, a emanação de cada criatura; é a "matéria-prima substancial", o "ar" dos Universos, a "água"do infinito oceano cósmico, o éter primacial".  

        A Ciência a conhece pelas suas formas de manifestação e a chama de: 

  • potencial, 

  • cinética, 

  • térmica, 

  • mecânica, 

  • luminosa

  • eletromagnética

  • gravitacional, 

  • atômica, 

  • sonora, 

  • de ativação, 

  • de dissociação, 

  • de ionização, 

  • de ligação, 

  • de permuta, 

  • de recuo, etc.  

        Entretanto, nada sabe, por ora, da energia mental, do mesmo modo que também nós nada sabemos de Energia Divina.  

[45 - página 37] 

  • De a, o espírito, puro pensamento, princípio, a Lei que é Deus,

  • caminha para b, num devenir contínuo, movimento feito de energia e vontade,  

  • para atingir seu último termo (g). A matéria, estrutura, ação, a forma. E, iniciar o seu regresso para a.

  1. Ciclo involutivo (espacial): espírito (a) ®  energia (b) ®  matéria (g)  - Movimento descêntrico, a expansão e a exteriorização.

  2. Ciclo evolutivo (conceptual): matéria (g) ® energia (b) ® espírito (a)  - (Ver: A Lei do universo )

  3. A letra w (ômega) representa o Universo.

A respiração de w é: a ®b ®g ®b ®a

 

 




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 SUPERCONSCIêNCIA = a + x

  CONSCIêNCIA HUMANA = a

espírito, pensamento.

VIDA x CONSCIêNCIA_de_superfície

Psiquismo_se_revela_e_se_exprime
a

 

 

 
 

O tempo

CONSCIêNCIA linear 

(propriedade da energia)

Eletricidade, onda degradada,

última_espécie_dinâmica.

MATéRIA PSI

DESAGREGAçãO
b

b
CONDENSAçãO

movimento feito de

  energia e vontade.
 
(Aspecto dinâmico do universo)

CONSCIêNCIA linear

(do sistema espacial)

éTER

(ver:Teoria das cordas)

 
 

 

 

 

 

g

matéria, estrutura, formas, ação.
(Aspecto estático do universo)

Preparando uma galáxia e Nebulosas

Germe do psiquismo

CONSCIêNCIA na matéria = o ponto

Série estequiogenética

HIDROGêNIO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
         

Vosso ciclo poderia definir-se como um físio-dínamo-psiquismo  

Movimento concêntrico (ciclo inverso). 


[63 - A GRANDE SÍNTESE - A Lei ]

        A transformação da matéria em energia não é mais, para vós, apenas uma hipótese. Sabeis calcular a quantidade de energia atômica armazenada na matéria. A massa de um grama, considerada no zero absoluto, contém 22 bilhões de calorias. Sabeis que o sol está em estado de completa desagregação_atômica, pela radioatividade, o que significa saída de elétrons (energia, transformação de b); estes são lançados à Terra, junto com todas as demais formas de energia. Esses centros dinâmicos lançados pelo sol ricocheteiam, penetram ou se combinam na atmosfera elétrica que circunda o vosso planeta, produzindo vários fenômenos, cujas causas não saberíeis explicar de outra maneira, como por exemplo, o da luz difusa no céu noturno. O feixe de radiações dinâmicas que o sol vos envia é o mais volumoso, complexo e rico. O fato de que os raios solares, caindo numa superfície negra de um metro quadrado, exercem sobre este uma pressão de quatro décimos de miligrama, mostra-vos, além de sua constituição eletrônica, que a radiação-luz se conjuga também com impulsos ativos-reativos de ordem gravífica. 

[63 - A GRANDE SÍNTESE - Estudo da fase energia ]

 

(Ver: Como é criado o neutrino)

        Talvez seja um dos termos polissêmicos mais geradores de confusão. A palavra energia (do grego: , significando capacidade de trabalho, dentre outros) já havia sido utilizada por Aristóteles, porém introduzida (ou reintroduzida) na Física por William Thomson, mais conhecido por Lord Kelvin (1824 - 1907), em 1852, praticamente com o mesmo sentido: capacidade de produzir trabalho. Este é o primeiro significado da palavra. Antes disto, em Física, usava-se as palavras força e vis (do latim, também significando força). Ao longo do século XIX, o termo energia vai se popularizando entre os físicos, e depois fora da Física. Na época de Kardec, o termo força, com o sentido de energia, é ainda predominante.

        Atualmente força e energia, no contexto da Física Clássica, têm significados distintos, 

  • o primeiro está associado à segunda lei do movimento de Newton (força = massa aceleração)

  • e o segundo à capacidade de produzir trabalho (trabalho = força deslocamento). 

        Força e energia são propriedades da matéria. Note que Kardec praticamente não utiliza esse último termo. Posteriormente a palavra energia foi tomando outras acepções, sendo ampliado, generalizado, adquirindo outras conotações. No final do século XIX e início deste, o famoso químico alemão Wilhelm Ostwald (1853 - 1932) desenvolveu uma doutrina filosófica materialista chamada de Energeticismo. Esta doutrina era uma extensão, ou variante, do empiriocriticismo, nome da filosofia positivista nos países de língua alemã. 

        Ostwald, baseando-se na ciência da Termodinâmica, procura explicar os fenômenos naturais e humanos reduzindo-os às transformações energéticas. Quem leu o livro de Camille Flammarion Deus na Natureza (edição FEB), nota que ele debate com vários filósofos e cientistas materialistas, Moleschott e Büchner, entre outros. Ostwald é um continuador destes, procurando ampliar e melhorar as ideias dos mesmos. O próprio desenvolvimento da Ciência no começo deste século acabou por enterrar o Energeticismo, porém esta ideia de que matéria é energia (e energia, no caso, já não sabemos mais o que é) permaneceu. 

        Muitos vêem na expressão "matéria é energia condensada" um dos últimos esforços do materialismo para poder explicar o espírito. Talvez por isto muitas pessoas trazem esta ideia para o movimento espírita, supondo que estão explicando a existência do espírito à luz da "ciência moderna" (que não é ciência e nem moderna). Neste caso também podemos afirmar que energia é um termo que abrange a matéria. Eles não se contrapõem, um engloba o outro.

        Talvez por influência do Energeticismo, energia passou a designar também radiações, como a luz, as ondas de rádio, a radioatividade etc. Este é outro significado do termo, popularizado pelos textos de divulgação científica (ver A Ciência confirma o Espiritismo?, Reformador, julho 1995).

        Encontramos na literatura espírita a expressão: "o passe é uma transfusão de energias psíquicas" (Emmanuel; O Consolador, psicografia de F. C. Xavier, questão 98, edição FEB). Nesta frase, o sentido do termo energia tem o mesmo sentido do original: capacidade de produzir trabalho, no caso psíquico. Talvez, por extensão do termo, considerando que o passe seja visto também como uma transferência de fluidos, os termos energia e fluido passaram a ter o mesmo significado. E encontramos freqüentemente na literatura espírita expressões que contém este último significado, como por exemplo: "Quando mais desmaterializado [o perispírito], mais energia possui e mais leve se torna" (Abel Glaser e Caibar Schutel (espírito), conversando sobre Mediunidade, p.193, Casa Editora "O Clarim"). Note que aqui o termo energia pode ter também o significado de "capacidade de produzir trabalho", porém de qualquer modo é sempre oposto à ideia de matéria, diferente do mencionado anteriormente, em que energia abrange matéria. 

        O termo energia significando fluido leva-nos a interpretar de forma diferente a frase "matéria é energia condensada". Ela pode ser entendida agora como "matéria é fluido condensado", o que esta de acordo com os ensinamentos de O livro dos Espíritos, que diz que a matéria é uma modificação do fluido cósmico universal.

http://www.geocities.com/Athens/Academy/8482/poliss.html 

POLISSEMIAS NO ESPIRITISMO -  Aécio Pereira Chagas

        Lista parcial dos diferentes tipos de energia:  

  • Cinética (um carro em movimento tem isto)

  • Potencial gravitacional (pense na água armazenada em uma represa)

  • Elástica (uma mola esticada tem isto)

  • Calor (é forma de energia, mas não confunda com temperatura!)

  • Química (gasolina tem muito disto em sua massa)

  • Radiante (luz e calor radiante; pensa na luz do Sol incidindo em sua pele)

  • Nuclear (tipicamente proveniente da quebra de átomos; pense na potência atômica)

  • Elétrica (aquela que está fazendo meu computador funcionar enquanto digito isso!)

  • Sonora (bem óbvio; gritando as crianças emitem muito dela)  

http://www.feiradeciencias.com.br/sala21/21_09.asp

Links:

Ver também:

 

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS