Manifestações anímicas

Página acima

  • O espírito humano (Alma) que, quando se manifesta, em momentos fugazes durante a encarnação, determina os fenômenos anímicos e, 

  • quando se manifesta mediúnicamente, durante a existência 'desencarnada', determina os fenômenos espiríticos.

 

       Animismo: todos os fenômenos intelectuais que deixam supor...

  • uma atividade extracorpórea ou à distância do organismo humano

  • e mais especialmente todos os fenômenos mediúnicos que podem ser explicados por uma ação que o homem vivo exerce além dos limites do corpo. (Aksakof, Alexandre, 1983,)

        O eminente cientista russo - Alexandre_Aksakof  - propõe para os fenômenos anímicos uma classificação em quatro categorias distintas, todos eles, contudo, resultantes do que ele chama de "ação extracorpórea do homem vivo", isto é, fenômenos produzidos pelo ser encarnado para os quais não há necessidade de recorrer-se à interferência de desencarnados. Nesse quadro ele colocou:

        Teríamos hoje outras categorias a acrescentar e outros fenômenos a enquadrar, bem como fenômenos mistos, nos quais podemos identificar características nitidamente animistas e também interferências ou participação de seres desencarnados.

        Em O Livro dos Espíritos, o capítulo VII, "Da Emancipação da alma", cuida da atividade da alma, enquanto desdobrada do corpo físico pelo sono comum, e nisto estão incluídos

        Todo esse capítulo cuida, portanto, da fenomenologia anímica, ainda que de maneira um tanto sumária.

Hermínio C. Miranda

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/mediunidade/animismo-herminio-miranda.html

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS