Obstáculos na Evolução
página acima: Evolução humana
-

____ Obstáculos! Não sabeis o que eles são, comparados aos que suportamos no passado. Tivésseis vivido na Terra nos últimos dias da Roma imperial e teríeis aprendido então o que conseguem as forças das trevas coligadas.

  • Tudo o que era espiritual tinha fugido de horror de um império impregnado de deboche, de sensualidade e de tudo o que era baixo e mau.
  • A frieza era a algidez do desespero; a escuridão era a obscuridade do sepulcro.
  • O corpo, o corpo era tudo, e os guias espavoridos fugiam de uma cena que não podiam contemplar e cujos males não podiam aliviar.
  • Havia realmente a pior incredulidade.
  • O mundo não só nos desprezava como também aos nossos esforços; a virtude era ridiculizada, o Supremo amesquinhado, a imortalidade escarnecida, e só se vivia para comer, beber e revolver-se no lodaçal.
  • Os aviltados, quais animais degradados, fizeram-se a si próprios.

____Oh! sim! não digais que o mal é invencível quando o poder de Deus e dos Espíritos prevaleceu para purificar semelhante lodaçal.
____Deus dá muito mais que o que pensais. De todos os lados se formam centros donde a verdade de Deus se derrama nos corações ansiosos e impregna os espíritos pensadores.

  • Há muitas almas para quem a palavra dada outrora é suficiente, por não estarem preparadas para receber outra nova; com essas não nos ocupamos.
  • Mas muitas almas há, também, conhecedoras do que o passado lhes ensinou, aspirantes a um outro conhecimento, que lhes é dado à medida que o Altíssimo vai julgando oportuno. Por essas almas, melhor instruídas, a verdade se transmite a outras, e as gloriosas novidades se propagam até ao dia em que formos chamados a proclamá-las do alto da montanha, quando os fiéis de Deus, ocultos, surgirem dos seus fracos refúgios terrestres para levar o testemunho do que viram e aprenderam; os pequenos regatos abandonados pelo homem se reunirão e o rio da verdade de Deus, onipotente em sua energia, inundará a terra e arrastará em sua irresistível correnteza a ignorância e a incredulidade, a loucura e o pecado, que agora vos amedrontam e inquietam.

[108 - página 30] - Médium: William Stainton Moses- (1839-1892)

*