Lei natural do sexo

Página acima

  

O uso do sexo é uma lei natural na esfera da Crosta.

 

        Ninguém contesta esse caráter das manifestações sexuais nos círculos da carne, mas todas as leis_naturais na experiência humana devem ser exercidas, como em toda parte, sobre as bases da lei universal do bem e da ordem

  • Quem foge ao bem, é defrontado pelo crime; 

  • quem foge à ordem, cai no desequilíbrio. 

    • As uniões sexuais, portanto, que se efetuem a distância desses sublimes imperativos, transformam-se em causas geradoras de sofrimento e perturbação. 

    • Ao demais, não devemos esquecer que o sexo, na existência humana, pode ser um dos instrumentos do amor, sem que o amor seja o sexo. Por isso mesmo, os homens e as mulheres, cuja alma se vai libertando dos cativeiros da forma física, escapam, gradativamente, do império absoluto das sensações carnais

      • Para eles, a união sexual orgânica vai deixando de ser uma imposição, porque aprendem a trocar os valores divinos da alma, entre si, alimentando-se reciprocamente, através de permutas magnéticas, não menos valiosas para os setores da Criação Infinita, gerando realizações espirituais para a eternidade gloriosa, sem qualquer exigência dos atritos celulares. 
      • Para esse gênero de criaturas, a união reconfortadora e sublime não se acha circunscrita à emotividade de alguns minutos, mas constitui a integração de alma com alma, através da vida inteira, no campo da Espiritualidade Superior. 
      • Diante dos fenômenos da presença física, bastam-lhes, na maioria das vezes, o olhar, a palavra, o simples gesto de carinho e compreensão, para que recebam o magnetismo criador do coração amado, impregnando-se de força e estímulo para as mais difíceis edificações.

[16a - págin 186 ] - André Luiz 

Ver também:

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS