-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

FENÔMENO - 1277 - A ciência espírita compreende a parte experimental, relativa às manifestações em geral, e a filosófica, relativa às manifestações inteligentes. Aquele que apenas haja observado a primeira, se acha na posição de quem não conhecesse a Física senão por experiências recreativas, sem haver penetrado no âmago da ciência. ALLAN KARDEC em LEP Introdução XVII - LMD 14 - DKA 35 - vtb 1016, 1032, 1034m e 1722

FENÔMENO - 1278 - Desça agora da cruz, para que o vejamos e acreditemos. MAR 15:32 - MAT 27:42 - LRD 18 - PNS 131

FENÔMENO - 1279 - E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras. MAT 27:51 - MAR 15:38 - LUC 23:45 - GNS 15/55 - RVCPG 49 - vtb 417, 1615 e 2860

FENÔMENO - 1280 - É necessário facilitar as pesquisas experimentais e o estudo dos fenômenos físicos, considerando-os, porém, como transição para manifestações menos terra-a-terra, manifestações ao mesmo tempo intelectuais e espirituais, as quais constituem o lado mais importante do Espiritismo. LÉON DENIS em NINPG 40 - NINPG 280 - LMD 326 e 342 - CRT 3 - DAP 3 - GRNPG 86 a 96 - IPS 50 - LNC 3 - MFR 12 e 18 - MSA 22 - SCE 8, 15 e 16 - SMD 39 - TVM 28 - VZG 56 - vtb 1888

FENÔMENO - 1281 Fenômenos mediúnicos serão sempre motivos de experimentação e de estudo, tanto favorecendo a convicção, quanto nutrindo a polêmica, mas educação evangélica e exemplo em serviço, definição e atitude, são forças morais irremovíveis da orientação e da lógica, que resistem à dúvida em qualquer parte. EMMANUEL em MST 2 - MST 6 e 20 - vtb 888, 961, 1032, 1042, 1163 e 2812

FENÔMENO - 1282 - Grande multidão o seguia, porque via os sinais que operava sobre os enfermos. JOO 6:2 - ATR 24 - DMV 27 - URV 1 - vtb 1701

FENÔMENO - 1283 - Nada no Universo se produz fora do âmbito das leis gerais. Deus não faz milagres, porque, sendo, como são, perfeitas as suas leis, não lhe é necessário derrogá-las. Se há fatos que não compreendemos, é que ainda nos faltam os conhecimentos necessários. GNS 13/15 - GNS 13/16 a 18, 14/12 e 15/1 - LEP 526 - CMQPG 90 a 100 - DKA 12 - EPH 9 - EVD 8 - GPT 15 - vtb 1078, 1704 e 2812

FENÔMENO - 1284 - Não é por meio de prodígios que Deus conduzirá os homens; na sua bondade, ele quer deixar-lhes o mérito de se convencerem através da razão. Desejaríeis milagres; mas Deus os espalha a mancheias diante de vossos passos e, no entanto, ainda há homens que o negam. LEP 802 - EVG 7/10 - LEP 525 a 529 - LMD 94/7 - CDV 25 - CES 29 - CMQPG 96 e 97 - CSL 377 - CTD 20 - CVV 15 - DAP 7 - DDL 20 - DKA 19 - ELZ 56 - EPL 4 - ETR 31 - FPA 4 - FVV 23 - LNL 45 - LRD 3, 24, 38, 40 e 41 - MLZ 9 - NLA 33 - OES 31 - PNS Prefácio e 134 - RTR 34 - SGU 55 -SMD 24, 26 e 78 - vtb 584, 802 e 961

FENÔMENO - 1285 - O maior milagre que Jesus operou, o que verdadeiramente atesta a sua superioridade, foi a revolução que seus ensinos produziram no mundo, mau grado à exiguidade dos seus meios de ação. GNS 15/63 - CMQPG 25 e 177 - CRT 5 - PJS Preâmbulo - RVCPG 48 - vtb 945 e 1621

FENÔMENO - 1286 - Os fariseus e os saduceus, para o tentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu. MAT 16:1 e 12:38 - MAR 8:11 - LUC 11:16 - JOO 2:18 - GNS 15/27 - BNV 16 - SGU 2 - VLZ 145

FENÔMENO - 1287 - Os fenômenos acordam o espírito adormecido na carne, mas não fornecem as luzes interiores, somente conseguidas à custa de grande esforço e trabalho individual. EMMANUEL em CSL 218 - CSL 236, 390 e 410 - ABS 10 - LES 87 - NFA 2 - vtb 1013 e 3113

FENÔMENO - 1288 - Para o vulgo ignorante, todo fenômeno cuja causa é desconhecida passa por sobrenatural, maravilhoso e miraculoso; uma vez encontrada a causa, reconhece-se que o fenômeno, por muito extraordinário que pareça, mais não é do que aplicação de uma lei da Natureza. Assim, o círculo dos fatos sobrenaturais se restringe à medida que o da ciência se alarga. ... Não peçais ao Espiritismo prodígios nem milagres, porquanto ele formalmente declara que os não opera. Do mesmo modo que a Física, a Química, a Astronomia e a Geologia revelaram as leis do mundo material, ele revela outras leis desconhecidas, as que regem as relações do mundo corpóreo com o mundo espiritual, leis que, tanto quanto aquelas outras da Ciência, são leis da Natureza. ALLAN KARDEC em EVG 21/5 e 7 - LEP Conclusão II e VI - LMD 7 a 17 - GNS Introdução, 13/todo e 14/1 - CFN1P 10/10 - CSL 301 - CTNPG 9, 10, 55 a 58, 77, 152, 153 e 252 - DPMPG 195 - EMN 1 - ETS 72 - NPL 2 - PPHPG 29 - RTR 22 e 37 - vtb 700, 725, 1021, 1704 e 3101

FENÔMENO - 1289 - Que sinal fazes tu para que o vejamos e creiamos em ti? Que operas tu? JOO 6:30 - LMD 224 - CMQPG 79 - FVV 92 - LRD 20 e 32 - TCL 38 - TPL 20

FENÔMENO - vtb NOVIDADE - SUPERSTIÇÃO, 593, 1049, 1898 e 2469

FÉRIAS Nos templos espíritas. v. 3109m

FERMENTO - 1290 - Alimpai-vos do fermento velho para que sejais uma nova massa. PCR 5:7 - CRT 28 - VLZ 64 - vtb 2833

FERMENTO - 1291 - Da doutrina dos fariseus e saduceus. MAT 16:6 e 12 - MAR 8:15 - LUC 12:1 - NLA 11 - PETPG 106 - PJS 59 - VLZ 54

FERMENTO - 1292 - O Cristianismo é um lento, grandioso e profundo processo de reforma do mundo. Jesus definiu a sua função ao se referir à porção de fermento que colocamos numa medida de farinha, para fazê-la levedar. Durante quase dois mil anos o fermento cristão levedou a pesada farinha do mundo, misturando-se a ela, penetrando-a, absorvendo-a. Mas chegaria o momento decisivo desse processo, em que o fermento cristão revelaria a sua verdadeira natureza. Esse momento está anunciado no Evangelho de João: é o do Consolador, do Espírito da Verdade, e chegou com o Espiritismo. J. HERCULANO PIRES em HNV 17 - HNV 19 - vtb 532 e 2763

FERMENTO - 1293 - Um pouco de fermento leveda a massa toda. GAL 5:9 - PCR 5:6 e 15:33 - FVV 57, 76, 108 e 161 - MMC 29 - SGU 13 - TCL 35 - vtb 2463

FERMENTO - vtb INFLUENCIAÇÃO

FERRUGEM - v. 684, 860 e 2667

FESTO - 1294 - Paulo perante PORCIO FESTO, governador da província da Palestina (sede em Cesaréia). ATS 25/todo - MCRPG 220 - PETPG 485 - PNS 49 - vtb 1773 e 2405

FETICHISMO - 1295 - Embora seja um tom mais higiênico, que absorve menos raios caloríferos, a cor branca nenhuma influência vibratória exerce em relação aos Espíritos, que sintonizam com as emanações da mente, as irradiações da conduta. Da mesma forma, nenhuma força real emana dos defumadores e incensos, que possa ajudar, concedendo sorte e solucionando os problemas que aturdem os homens, sempre interessados em sortilégios e equacionamentos simplistas, sem esforço pessoal nem mudança moral de profundidade. São sempre os atos, os agentes da realidade de cada Espírito, na Terra ou fora dela. BEZERRA DE MENEZES em LOB 10 - TRL 3 - vtb 3087

FETICHISMO - 1296 - Todas as fórmulas e práticas pelas quais se pretende dispor do concurso dos Espíritos são mera charlatanaria. Não há palavra sacramental nenhuma, nenhum sinal cabalístico, nem talismã que tenha qualquer ação sobre os Espíritos, porquanto estes só são atraídos pelo pensamento e não pelas coisas materiais. LEP 553 - LEP 554 - LMD 203, 268/22 e 23, 282/17 e Cap 31/16 - CFN1P 10/9 e 10 - CSL 214 - DMV 55 - FDI 34 - JVN 56 - LOB 3 - NINPG 169 - OES 51 - PAMPG 53 a 55 - PBSPG 23 - RVCPG 14 - VEP 15 - vtb 762, 1465, 1805, 2318, 2722, 2935 e 3035

FIDELIDADE - 1297 - Além disso requer-se nos dispenseiros que cada um se ache fiel. PCR 4:2 - BNV 6 - BPZ 5 - CLA 64 - COI 7 - CVD 24 - CVV 23 - EDA 7 e 18 - EPV 31 - ESC 10 - FVV 115 - IES 8 - LZV 16 - MMD 44 - NPM 132 - PLP 6 - PNS 104 - PRN 23 - PVE 124 - RLZ 13 - SOL 67 - TRL 13 - VLZ 67 - VZG 65 - vtb 1014 e 1034

FIDELIDADE - 1298 - Este povo honra-me com os lábios, mas o coração está longe de mim. MAT 15:8 - MAR 7:6 - ISS 29:13 - EZQ 33:31 - EVG 8/10 e 9/6 - CSL 216 - CVV Prefácio - NPM 22 - TRL 7 - vtb 557 e 2388

FIDELIDADE - 1299 - Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito: quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.LUC 16:10 - LUC 19:17 - MAT 25:21 - ALC 13 - CVV 31 - DAP 10 - FML 1 - PJS 31 - vtb 491, 1494, 2261, 2468 e 2479

FIDELIDADE - 1300 - Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida. APC 2:10 - MAT 5:11 e 24:13 - TGO 1:12 - PPD 2:19 e 3:14 - CDA 13 - CDT 24 - CFZ 63 - CVD 59 - CVV 170 - FEV 22 - MSA 18 - MUN 29 - OTM 19 - PRN 24 - SDE 39 - VLZ 57 - vtb 161, 749 e 2615

FIDELIDADE - vtb DESÂNIMO - HONESTIDADE - OBSTÁCULO - PERSEVERANÇA - TESTEMUNHO, 156, 559, 1007 e 3003

FILHO - 1301 - A adoção de filhos, com raras exceções, inspira-se em cuidadoso planejamento da Espiritualidade, atendendo às necessidades dos Espíritos em aprendizado na Terra. A ausência dos descendentes pelo corpo, a expressar-se na impossibilidade da fecundação, na esterilidade, não isenta ninguém da paternidade e maternidade espirituais, levando os casais, assim caracterizados, à condição de providenciais e abnegados pais de filhos de pais vivos, distendendo-se-lhes os braços socorristas e compassivos, para aconchegá-los de encontro ao coração, preservando-os da orfandade social. RICHARD SIMONETTI em ATR 40 e MANOEL P. DE MIRANDA em TDN 28 - ATR 28 - EVG 13/18 - ALV 31 - ANT 1 e 2 - CRI 58 - EED 6, 11 e 20 - ENC 3 e 34 - MSG 7 - NFP 9 - NPM 52 - OTM 44 - POB 28 e 32 - THP 11 - vtb 1200 e 2574

FILHO - 1302 - A vara e a repreensão dão sabedoria, mas o rapaz entregue a si mesmo envergonha a sua mãe. PVB 29:15 - CDV 39 - EMC 34 - EVD 27 e 46 - FML 9 - LNL 3, 12, 27, 34, 35 e 41 - NFP 22 - RAT 6 e 23 - RDL 19 - VZG 48

FILHO - 1303 - Ama a teus filhos na estrutura espiritual com que te vieram aos braços, libertando-os de qualquer cativeiro afetivo, conquanto auxiliando-os para que se realizem nas tarefas que trouxeram de novo à existência. EMMANUEL em BAC 42 - CSL 190 e 191 - CVO 9 - LPE 17 - PBSPG 61 - vtb 121, 173, 1267, 1747, 2499 e 3183

FILHO - 1304 - Este é meu filho amado, em quem me comprazo. MAT 3:17, 12:18 e 17:5 - MAR 1:11 e 9:7 - LUC 3:22 e 9:35 - SPD 1:17 - DTR 18:15 - ISS 42:1 - CES 1 - CVV 32 - FDI 6 - FML 5 e 8 - JVN 18 - LMV 15 - LNL 56 - NPM 18 - NSS 5 - PNT 10 - RLZ 7 - VEV 31 - VSX 11

FILHO - 1305 - Herdamos espiritualmente de nós mesmos, pelas raízes do renascimento físico, reencontrando, matematicamente, na posição de filhos e filhas, aqueles mesmos companheiros de experiência sentimental, com os quais tenhamos contas por acertar. EMMANUEL em VSX 14 - VSX 18 - FML 1 e 31 - LES 38 - NOS 5 - NPL 6 - PCC 14 - vtb 009, 380, 400, 597, 606, 1089, 1190, 1200, 1208, 1406, 2171, 2224, 2241, 2750 e 2758

FILHO - 1306 - Não devemos criar qualquer impedimento à expansão da família numerosa no planeta e, sim, colaborar no serviço de fraternidade verdadeira, a fim de que os espíritos renascentes encontrem condições cada vez mais seguras e mais nobres ao aprimoramento moral de que necessitam. EMMANUEL em CVCPG 21 - CVCPG 20 a 24 - LEP 686, 687, 693 e 694 - EVG 4/20 - ARC 15 - ATP 10 - ATR 3 - AVE 107 - CHG 12 e 28 - CRI 14 - CTD 6 - DKA 81 - DMV 48 - EDA 3 - EPH 3 - FDI 21 - LMV 13 e 14 - LVV 12 - PAMPG 58

FILHO - 1307 - Não retires a disciplina da criança; porque, fustigando-o com a vara, nem por isso morrerá. PVB 23:13 - CHG 9 - CRI 37 - HDV 17 - LRD 15 e 44 - MDL 33 - RES 19 - vtb 608

FILHO - 1308 - O servo não fica para sempre em casa; o filho fica para sempre. JOO 8:35 - GAL 4:30 - CVV 125

FILHO - 1309 - Obedecei em tudo a vossos pais, porque isso é agradável ao Senhor. CLS 3:20 - EFE 6:1 - PVB 23:22 - ALC 37 - ALV 25 - LOB 26 - NPB 12 - PTC 34 - RFG 18 - VLZ 136 - VMO 8 - vtb 1193, 1267 e 1421

FILHO - vtb CRIANÇA - FAMILIARES - HONRAR - MOCIDADE - PATERNIDADE - PEQUENINOS, 600, 955, 1404, 1406, 2140, 2464, 2500, 2520, 2835, 2851 e 3253

FILOSOFIA - 1310 - A Filosofia constitui a súmula das atividades evolutivas do Espírito encarnado, na Terra. Suas equações são as energias que fecundam a Ciência, espiritualizando-lhe os princípios, até que unidas uma à outra, indissoluvelmente, penetrem o átrio divino das verdades eternas. EMMANUEL em CSL 115 - PRD 1 - vtb 1016 e 1031

FILOSOFIA - vtb 1032, 1237, 1277, 1542 e 2790

FIM DOS TEMPOS - 1311 - E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim. MAT 24:14 - MAR 13:10 - EVG 15/3 - GNS 17/54 a 58 - MDS 83 - PLP 8 - PNT 5 - RTL 10 - STC 1 - vtb 277

FIM DOS TEMPOS - 1312 - Já são chegados os fins dos séculos. PCR 10:11 - MAT 24:3, 6 e 14 - LUC 21:9 - PPD 4:7 - PJO 2:18 - EVG Prefácio, 3/19 e 20/5 - GNS 17/61 e 18 todo - ABR 1 - ANT 44 - ATA Prefácio 1 - AVE 1, 4 e PG 131 - CEDPG 46 - IES 72 - MDS 72 - NLA 40 - NPM 38 - PLB 4 e 9 - vtb 3162

FIM DOS TEMPOS - 1313 - Mandará o Filho do homem os seus anjos e eles colherão do seu reino todo o que causa escândalo e os que cometem iniquidade. MAT 13:41 e 49 e 3:12 - FDI 3 - PJS 7 - PLE 2 e 5 - vtb 1640

FIM DOS TEMPOS - 1314 - Nos últimos dias haverá homens que aprendem sempre e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. STM 3:1, 2 e 7 - PTM 2:4 - ETS 60 - FVV 26 - MLZ 9 - SGU 4 - vtb 488

FIM DOS TEMPOS - 1315 - Os justos herdarão a terra e habitarão nela para sempre. SLM 37:29 - LEP 185, 789 e 1019 - EVG 3/5 - GNS 18/27 a 35 - ATP 2 - DSM 9 - ETD 1 - NPM 83 - SHA 2 - USF 18 - VMO 4 - vtb 344

FIM DOS TEMPOS - 1316 - Os retos e os sinceros permanecerão na terra, mas os ímpios serão arrancados dela. PVB 2:21 e 22 - LEP 689 e 756 - EVG 11/14 - GNS 11/43 a 49, 12/13 a 26 e 17/63 - AVE 2 - DSF 26 - PRD 12 - RNB 25

FIM DOS TEMPOS - 1317 - Porque, nos últimos dias, sobrevirão tempos trabalhosos. STM 3:1 a 9 e 4:3 - PTM 4:1 - JUD 18 - ATA 21 e 24 - CRG 16 - DDV 21 - DSF 12 - ETD 28 - OTM 43 - RVM 10 - SVA 1 - TDL 16 - VEV 23 - vtb 3232

FIM DOS TEMPOS - 1318 - Seria apenas a destruição do templo? MAT 24:1 a 3 - MAR 13:1 a 4 - LUC 21:5 a 7 - PJS 69 - vtb 1599 e 3110

FIM DOS TEMPOS - vtb JULGAMENTO FINAL, 235, 1385, 2451 e 3123

FINADOS - Dia dos mortos. v. 2124

FINALIDADE - v. MISSÃO - UTILIDADE, 769, 1157 e 1967

FINGIR - v. REPRESENTAR

FIRMEZA - v. PERSEVERANÇA

FISIOGNOMONIA v. SEMBLANTE

FISIONOMIA v. APARÊNCIA - SEMBLANTE

FITOTERAPIA - v. 3155

FIXAÇÃO MENTAL - v. 061

FLAGELO - v. 416

FLORAIS DE BACH - 1319 - Para o Dr. Edward Bach (1886-1936), as causas reais das doenças são o desejo de controlar os outros, o medo, a inquietude, a indecisão, a indiferença, a fraqueza de caráter, a dúvida, o excesso de entusiasmo, a ignorância, a impaciência, o terror e a tristeza. HERMINIO C. MIRANDA em AQMPG 62 - AQMPG 63 a 71 - vtb 047, 891, 976, 1467, 2024, 2355, 3155, 3183, 3279 e 3305

FLUIDO - vtb ENERGIA - PENSAMENTO

FLUIDO CÓSMICO - v. FLUIDO UNIVERSAL

FLUIDO ESPIRITUAL - 1320 - Não é rigorosamente exata a qualificação de fluidos espirituais, pois que eles são sempre matéria mais ou menos quintessenciada. De realmente espiritual, só a alma ou princípio inteligente. Dá-se- lhes essa denominação por comparação apenas e, sobretudo, pela afinidade que eles guardam com os Espíritos. Pode dizer-se que são a matéria do mundo espiritual, razão por que são chamados fluidos espirituais. ALLAN KARDEC em GNS 14/5 - EMN 22 - vtb 1081, 1794 e 1878

FLUIDO ESPIRITUAL - 1321 - Sendo os fluidos espirituais o veículo do pensamento e podendo este modificar-lhes as propriedades, é evidente que eles devem achar-se impregnados das qualidades boas ou más dos pensamentos que os fazem vibrar, modificando-se pela pureza ou impureza dos sentimentos. Assim, não possuem qualidades próprias, mas as que adquirem no meio onde se elaboram. Também carecem de denominações particulares, sendo designados por suas propriedades. Sob o ponto de vista moral, trazem o cunho dos sentimentos de ódio, inveja, amor, benevolência, etc. Sob o aspecto físico podem ser calmantes, irritantes, etc. GNS 14/16 e 17 - GNS 14/18 a 21 - vtb 104, 227, 1540, 2548, 2560, 2611, 2631, 2978 e 3414

FLUIDO NERVOSO - v. 2603

FLUIDO UNIVERSAL - 1322 - O fluido cósmico universal é a matéria elementar primitiva, cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza. Como princípio elementar do Universo, ele assume dois estados distintos: o de eterização ou imponderabilidade, que se pode considerar o primitivo estado normal, e o de materialização ou de ponderabilidade, que é, de certa maneira, consecutivo àquele. No estado de eterização, sofre modificações que constituem fluidos distintos, os quais, embora procedentes do mesmo princípio, são dotados de propriedades especiais. Esses fluidos têm para os Espíritos, que também são fluídicos, uma aparência tão material quanto à dos objetos tangíveis para os encarnados. ALLAN KARDEC em GNS 14/2 e 3 - GNS 6/3 a 10, 18, 10/17 e 14/1 a 21 - LEP 7 a 9 e 27 a 34 - EVG 27/10 - LMD 74 a 81 e 130 - AVL 19 - CSL 4, 20, 87 e 265 - DPMPG 51 e 152 - EDL 7 - EMN Prefácio II e 22 - ETS 62 - EVM1P 1 - IPS 44 - LZA 23 - NINPG 280 - NLR 7 e 8 - PBSPG 30 - PRD 8 - vtb 026, 1794, 1877, 2415 e 2560

FLUIDO VITAL 1323 - Tendo por fonte o fluido universal, é também chamado fluido magnético, ou fluido elétrico animalizado. Intermediário entre o espírito e a matéria, modifica-se segundo as espécies, dando movimento e atividade à matéria orgânica. LEP 60 a 67 - LEP Introdução II, 136 e 427 - AQMPG 43 e 48 - DPMPG 176 - EMN 24 - EVM1P 13 - NLA 13 - PRD 15 - vtb 2108, 2608 e 3349

FOGO - 1324 - Ele tem a pá na sua mão; e limpará a sua eira, e ajuntará o trigo no seu celeiro, mas queimará a palha com fogo que nunca se apaga. LUC 3:17 - MAT 3:12 e 13:30 - MAR 9:43 a 48 - APC 20:9, 10 e 14 - LEP 974 e 1009 - NLA 4 - PNS 90 - vtb 2474

FOGO 1325 - Vim lançar fogo na terra, e que mais quero, se já está aceso? LUC 12:49 - EVG 23/11, 16 e 18 - EGTPG 159 - ELZ 1 - HNV 19 - NSS 16 e 27 - PNT 10

FOGO - vtb INFERNO, 276, 650, 663, 684, 1350, 1553, 2199 e 2946

FOME - 1326 - em uma sociedade livre e competitiva não se deve apenas dar alimento durante situações calamitosas, mas sim, criar condições para que eles existam e sejam conquistados dignamente, ao invés de oferecidos como esmolas ou ações caridosas, em cujas oportunidades as mesmas se transformam em bandeiras políticas ou estribilhos de exaltação religiosa, exibindo os “miseráveis” à compaixão social, quando todos merecem, ao invés disso, respeito e oportunidade. OTÁVIO MANGABEIRA em LAV 11 - LAV 25 - vtb 096, 324, 334, 1553, 2648, 2649, 2679, 2829 e 3051

FOME 1327 - Na verdade me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciaste. JOO 6:26 - APV 9 - SGU 55 - SMD 11 - vtb 1475 e 2436

FORÇA - 1328 - A mente encarnada é detentora de forças que, necessariamente canalizadas, se transformam em eficazes recursos de que o homem se deve utilizar a benefício do próximo e de si mesmo, na construção da liberdade real e do progresso sem limite. ARISTIDES SPÍNOLA em TMG 10 - EVD 35 - RDV 2 - SCS 10 - SDR 20 - vtb 135m, 287, 926 e 1942

FORÇA - 1329 - A violência não liberta e a força não convence. A vitória do poder da força é ilusória, porque ela mesma gera a força da reação que a destrói. Não há força que tenha mais força do que a força do amor. JOSÉ PETITINGA em NBO 13 e 14 - API 8 - ASV 17 - HDV 37 - SGU 73 - vtb 151 e 3281

FORÇA Deus não dá prova superior às forças. v. 1213

FORÇA - Fortalecei-vos. v. 2365 e 3363

FORÇA - Mental. v. HIPNOTISMO, INFLUENCIAÇÃO, MAGNETISMO, PENSAMENTO, 700, 1252, 1259, 1288, 1994, 3101 e 3414

FORÇA - 1330 - Na vida, tudo o que é agredido se defende e na defesa se fortalece. A afirmativa é válida em qualquer campo: humano, social, religioso e até biológico. HENRIQUE RODRIGUES e HILDA FONTOURA NAMI em PPHPG 59 - PPHPG 86 e 107 - EVG 23/12 - CVCPG 7, 69, 100 e 136 - OES 50 - OTM 51 - TMG 8 - vtb 617, 738, 1496 e 3052

FORÇA - 1331 - Quanto mais baixo nas esferas da natureza, mais intensamente se mostra o bem da força, e quanto mais alto nos planos do espírito, mais pura se revela a força do bem. EMMANUEL em BPZ 18 - CLA 25 - LZE 2 - NFL 13 - RIM 20 - SMD 46 - vtb 147, 283 e 708

FORMALISMO - v. TRADIÇÃO, 196, 1389, 1489, 2299, 2785 e 2811

FÓRMULAS - Na oração. v. 1296, 2237, 2318 e 2935

FRACASSO - 1332 - As ideias exatas ou falsas que fazemos das coisas nos levam a ser bem ou mal sucedidos. Achamos mais simples e menos humilhante atribuir antes à sorte ou ao destino os insucessos que experimentamos, do que à nossa própria falta. ALLAN KARDEC em LEP 852 - LEP 862 - ROM 7:10 - ATA 20 - FVV 16 - VEV 22 - vtb 332 e 766

FRACASSO 1333 - O êxito e o insucesso são duas taças guardando elementos diversos que, contudo, se adaptam às mesmas finalidades sublimes. A ignorância humana, entretanto, encontra no primeiro o licor da embriaguez e no segundo identifica o fel para a desesperação. Nisto reside o erro profundo, porque o sábio extrairá da alegria e da dor, da fartura ou da escassez, o conteúdo divino. EMMANUEL em PNS 56 - ACO 38 - AIM 6 e 12 - ALM 14 - ASV 36 - ATA 3 e 7 - CDE 30 - CLB 32 e 58 - CRG 37 - CTL 3 - CVO 40 - CVV 89 - FPA 2 - IPS 6 - IRM 20 - LMV 10 e 45 - LPE 31 - LVV 28 - NRF 27 - RDV 39 - SCS 3 - SDF 22 - SVA 20 - TPS 2 - vtb 087, 611, 694, 1143, 2095, 2850, 3087, 3249, 3264 e 3266

FRACASSO - 1334 - Pensar na possibilidade de fracasso é gerar insucesso por antecipação. Fracassado é aquele que abandona a luta ou nega-se a travá-la. BEZERRA DE MENEZES e JOANNA DE ÂNGELIS em LOB 18 e OTM 11 - ADV 6 - AMG 14 - CLB 5 - IES 18 - LRE 7 - RES 31 - TPL 15 - vtb 857, 2030, 2074, 2250, 2375, 2548, 2631, 3127m e 3414

FRANQUEZA - v. PALAVRA, 1186 e 1549

FRAQUEZA - 1335 - Disse-me o Senhor: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. SCR 12:9 e 11:30 - ATA 51 - CLA 16 - LVV 25 - RDL 11 - SGU 36 - vtb 264, 480 e 3182

FRAQUEZA - vtb CARNE e 1439

FRATERNIDADE - 1336 - Do sentimento iluminativo sobre o raciocínio calculista surgirá uma era nova em que o homem encontrará, efetivamente, o seu irmão no outro homem. EMMANUEL em ABS 7 - vtb 127, 134, 1564, 1577, 2738 e 2932

FRATERNIDADE - 1337 - Honrai a todos. Amai a fraternidade. PPD 2:17 - ROM 12:10 - HEB 13:1 - EVG 11/9 e 14 - AEC 20 - APV 6 e 12 - CAP 6 - CDE 7 - CRF 8 - CSL 349 e 350 - CVD 25 - CVRPG 187 - ETR 1 - FVV 15 e 49 - IES 25 e 50 - LRD 5 - LZE 4 - PNS 141 - RLZ 10 - SGU 41 e 49

FRATERNIDADE - 1338 - O Espiritismo amplia a noção de fraternidade, demonstrando por meio de fatos que ela não é unicamente um mero conceito, mas uma lei fundamental da Natureza, lei cuja ação se exerce em todos os planos da evolução humana: é a fraternidade palpitante das almas que emergem, conjuntas, das obscuridades do abismo, e palmilham o calvário das existências dolorosas; é a iniciação comum no sofrimento; é a reunião final na plena luz. LÉON DENIS em NINPG 123 - LEP 205 e 774 - GNS 1/30 e 31 - ATA 5 e 14 - ATR 19 - COI 1 - CRF 16 - CTNPG 247 - DAP 6 - DPMPG 240 - ETD 34 - FEV 50 - FML 29 - GPT 16 - GRNPG 81 - NLR 39 - PAMPG 30 - RTR 40 - SDE 10 e 29 - SOL 1 - TMG 18 e 34 - VSX 15 - vtb 1200, 2751 e 3112

FRATERNIDADE - 1339 - O próximo é a nossa melhor oportunidade de serviço, já que, simbolicamente, pode ser o degrau de nossa ascensão espiritual. EMMANUEL em ABR 18 - ACO 43 - ASV 3 - ELZ 18 - EPZ 27 - EVD 13 - FGP 17 a 19 - MOR 5 - NOS 13 - OES 11 - PDA 2 - PSC 23 - RDV 9 - RTR 39 - SDE 1 - SMD 85 - SNV 27 - vtb 549, 1092, 1818, 2278 e 2713

FRATERNIDADE - 1340 - Quando o cristão pronuncia as sagradas palavras "Pai Nosso", está reconhecendo não somente a paternidade de Deus, mas aceitando também por sua família a humanidade inteira. EMMANUEL em FVV 104 - FVV 77 - LEP 54 - EVG 11/10 - ALV 12 - ATR 35 - CRF 6 e 54 - EPZ 15 - ETR 32 - ETS 23 - EVV 9 e 10 - FPA 20 - GRNPG 43 - NPM 7 - PMG 35 - PRD 13 - QTM 32 - RTR 20 e 21 - RVCPG 23 - SHA 26 - SOL 13 e 20 - TCL 48 - vtb 775, 1092, 1209 e 2369

FRATERNIDADE - 1341 - Sede todos de um mesmo sentimento, compassivos, amando os irmãos, entranhavelmente misericordiosos e afáveis. PPD 3:8 - LEP 918 - EVG 17/3 - ABR 10 - ATE 8 - BAC 13 - CDE 35 - CFZ 47 e 58 - CLA 50 - CLB 53 - CPN 6 - CSL 344 - EED 29 - ELZ 14 - EPV 40 - EVD 97 e 100 - EVV 12 - FML 16 - FVV 176 - IES 20 - IRU 8 - PLC 24 - PTC 40 - PVE 114 - RUM 36 - SJT 14 - TRI 7 - VZG 43 vtb 1367, 2067, 2292 e 3029

FRATERNIDADE - 1342 - Tende o mesmo sentimento uns para com os outros. ROM 15:5 - FLP 2:5 - BPZ 32 - ELZ 30 - EVV 5 - FVV 2 -LNL 52 - VLZ 90

FRATERNIDADE - vtb AMOR - IGUALDADE - solidariedade, 088, 450, 904, 2055, 2628, 2632, 2801, 2940, 3268 e 3351

FRAUDES - v. MISTIFICAÇÕES

FREUD - 1343 - Sigmund Freud (1856-1939) recusou-se a olhar além da fresta acanhada de alguns postulados limitadores. Via o ser humano como um mecanismo biológico movido por um conjunto de instintos rebeldes, inconformados, prontos a saltarem os limites da conveniência. Essa visão estreita levou-o a inevitáveis deformações estruturais na sua doutrina. Contradição viva: um materialista irredutível, trabalhando no pressuposto de um princípio não-físico no ser humano, ainda que não explicitamente admitido. HERMINIO C. MIRANDA em MRTPG 223 e 228 - MRT 164 e 191 a 306 - ADV 3 - AQMPG 183, 199 e 304 - ARC 15 - CDMPG 59 e 106 - CEDPG 160 - CVCPG 89 - DPE 3 e 10 - EPM 18 - ETC 13 - MSG 38 - NMM 11 - OBV 2 - SCS 2 - TDL 10 - TDN 3 - TOB 2 - VMO 1 - vtb 1679, 2718 e 3013

FRUSTRAÇÃO - 1344 - A frustração responde por sofrimentos que seriam evitáveis, não fossem as exageradas esperanças do homem, as suas confusas ideias de automerecimento, que lhe infundem crenças falsas nas possibilidades que não lhe estão ao alcance. JOANNA DE ÂNGELIS em PLT 3 - PMG 29 - RDL 23 - SCS 2 - VDS 4 - vtb 687, 752, 1269, 1556, 1588, 2330, 2968 e 3062

FRUSTRAÇÃO - 1345 Não te esqueças do tempo e auxilia agora. Lembremo-nos de quantos carreiam para o túmulo a dor da frustração, diante do bem que não conseguiram realizar. Vemo-los todos os dias, além do sepulcro, à maneira de loucos, suplicando debalde o retrocesso das horas. EMMANUEL em MPT 12 - MPT 28 - PCC 6 - RTR 40 - vtb 104, 308, 763, 1012, 2089, 2134, 3138, 3187 e 3229

FRUSTRAÇÃO - vtb 1498

FRUTO - 1346 - A vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim dá muito fruto. JOO 15:4 e 5 - CLA 44 - CVV 54, 55 e 82 - EMC 49 - FVV 78 e 146 - PVE 103 - URV 12

FRUTO - 1347 - A vara que não dá fruto é arrancada; a que dá fruto é limpa para que dê mais fruto. JOO 15:2 - NSS 17 - vtb 655

FRUTO - 1348 - Pelo fruto se conhece a árvore. MAT 12:33 e 7:16 a 20 - LUC 6:43 e 44 - EVG Introdução IV/XIII, 18/16 e 21/7 - LMD 301/7 - CFN1P 10/18 - ABS 5 - ALC 2 e 40 - CRI 2 - CTNPG 107 - CVV 121 e 122 - DPMPG 235 - EDL 6 - EGTPG 197 - ETD 44 - EVD 55 - FVV 7 e 24 - HNV 9 e 12 - IES 78 - IND 6 - ITP 34 - JEV 28 - LES 48 e 73 -MST 1 - NSS 3 - PLP 1 - RCF 8 e 15 - RUM 23 - SGU 80 - SHA 47 - VMO 37 - vtb 613

FRUTO - 1349 - Que deis muitos frutos e assim sereis meus discípulos. JOO 15:8 - FVV 45 - PND 18 - PVE 17 - SGU 29 - VLZ 7

FRUTO - 1350 - Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. MAT 3:10 e 7:19 - LUC 3:9 e 13:7 - JOO 15:6 - LEP 679 e 680 - EVG 19/9 e 10 e 21/8 - ALC 29 - NPM 25 - vtb 1915 e 2452

FRUTO - vtb AÇÃO - AUXÍLIO - OBRAS - SERVIR - TRABALHO, 218, 550, 1073, 2121, 2916 e 3197

FUGA - 1351 - Aprendiz recusando a lição ou doente abominando o remédio, em quase todas as circunstâncias o homem persegue a fuga que lhe adiará indefinidamente as realizações planejadas. EMMANUEL em CFZ 27 - CFZ 14 e 31 - ANH 20 - ATE 9 - BPZ 16 - CLB 14 - CMA 5 - CME 67 - CRF 13 e 56 - CRG 22 - CRI 5 - CVD 45 e 54 - CVO 27 - EPM 5 - EPV 43 - LES 78 - LZE 36 - MLZ Prefácio - MUN 13 e 27 - NRN 5 - OTM 50 - PAZ 3 - RAT 13 - RES 88 - RTL 4 - RUM 26 - SCS Prefácio e 5 - SDE 18 - SOL 14 - STN 5 - VEV 28 - VLZ 119 - vtb 009, 231, 393, 753, 754, 760, 985, 1392, 1488, 1834, 2524, 3132 e 3238

FUGA - 1352 - Compensação, deslocamento, projeção, introjeção e racionalização são mecanismos de fuga do ego que camuflam a sua resistência à aceitação da realidade profunda, de forma a preservar o seu domínio na pessoa. Tais mecanismos, não obstante o momentâneo prazer que dispensam, terminam por alienar o ser. JOANNA DE ÂNGELIS em SCS 7 - ATD 8 - DPE 6 - MRTPG 305 - RML 11 - TPS 4 - VDS 3 - vtb 078, 515, 1488, 1558, 1731, 2072, 2183, 2336, 2697 e 3276

FUGA - 1353 - Nunca disporemos de asilo seguro, escondendo-nos em praias desertas, bojos metálicos ou furnas da natureza, mas sim enfrentando a realidade através da ação construtiva, de modo a descortinar-lhe todas as lições e aproveitá-las. EMMANUEL em DDV 13 - AIM 9 - HIT 1 e 6 - RFG Prefácio e 11 - SDR 12 - TPL 17 - vtb 563 e 1587

FUGA - 1354 - Orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado. MAT 24:20 - MAR 13:18 - STM 4:21 - CDT 9 - CVV 140 - VLZ 66 e 113

FUGA - 1355 - Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens. LUC 16:15 - LUC 10:29 e 18:9 - CVV 79 - EPV 24 - THP 5 - vtb 1566

FUGA - vtb ACOMODAÇÃO - APARÊNCIA - COMPORTAMENTO - DESCULPISMO -DESERÇÃO - HIPOCRISIA - INDIFERENÇA - SUICÍDIO

FUNDAMENTO - v. 1235 e 1620

FURTAR -1356 - Aquele que furtava, não furte mais. EFE 4:28 - LEP 882 - ALC 8 - ELZ 45 - FDI 2 - FVV 142 - JVN 3 - MDL 22 - PCT 19 - SHA 21 - vtb 086

FUTILIDADE v. 763, 1721, 1754, 2335 e 3238

FUTURO - 1357 - Em princípio, o futuro é oculto ao homem, e não é senão em casos raros e excepcionais que Deus lhe permite a sua revelação. Se o homem conhecesse o futuro, negligenciaria o presente e não agiria com a mesma liberdade, pois seria dominado pelo pensamento de que, se uma coisa deve acontecer, não adiantaria ocupar-se dela ou procurar impedi-la. ... A certeza de um acontecimento feliz o levaria à inação; a de um infeliz, ao desânimo; em ambos os casos suas forças seriam paralisadas. LEP 868, 869 e 871 - LEP 243 e 870 - LMD 267/8, 289 e 290/16 - GNS 16/todo - CFN1P 10/10 - ALM 1 - CEDPG 52 a 54 e 153 a 155 - CES 40 - CSL 144 - DDCPG 127 a 138 - DKA 16 - EMC 6 - EMN 33 - JOI 14 - MDD 27 - MRTPG 21 a 26 - PBSPG 85 - QTM 24 - SMD 57 - TCL 31 - THP 4 - vtb 223, 377, 737, 1216, 1562, 1996, 2673 e 2696

FUTURO - vtb 1261, 2187, 3125 e 3136

*