-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

CRIANÇA - 597 A criança de agora erigir-se-nos-á fatalmente em biografia e retrato depois. Segundo os princípios da reencarnação, os meninos de hoje desempenharão amanhã, junto de nós, a função de pais e conselheiros, orientadores e chefes. Assim, todos os bens e todos os males que depositarmos no espírito da criança ser-nos-ão devolvidos. EMMANUEL em LES 18 - LES 38 - CDT 8 - SDR 2 - vtb 025, 104, 1208, 1305, 2751, 2758 e 2981

CRIANÇA - 598 - A criança é sementeira que aguarda, o jovem é campo fecundado, o adulto é seara em produção. Conforme a qualidade da semente teremos a colheita. A tarefa da educação, por isso mesmo, é de relevância, enquanto que a da evangelização é de urgência salvadora. Quem instrui oferece meios para a compreensão; quem educa cria valores ético-culturais; quem evangeliza liberta para a Vida feliz. AMÉLIA RODRIGUES em TMG 4 - ADV Prefácio - ANT 18 - ATR 23 - AVE 15 e PG 49 - CDT 7 - CES 21 - CHG 9 - CLA 1 - CME 21 - COI 8 e 9 - CRI 4, 22, 23, 37 e 49 - CSL 255 - DED 11, 68 e 78 a 83 - DLG 1.18 - EMN 35 - FDI 14 - LNC 5 - LNL 3 - MTS 8 - NFP 23 - NPB 11 - SDR 5 - SOL 6 - vtb 738, 940, 2835, 2934, 2950 e 2981

CRIANÇA - 599 - A orfandade caracteriza-se pela privação de assistência, pelo abandono em que a criança se encontre, existindo assim muitos órfãos cujos pais ainda vivem. Não se vê pássaro sem ninho, nem fera sem covil. É inominável crueldade a cena contristadora que oferece essas crianças maltrapilhas, perambulando pelas ruas, sem pão, sem lar e sem afeto, no seio de uma sociedade onde se ostentam lares luxuosos em cujos recintos, por vezes, não se vê desabrochar o sorriso de uma criança, mas se vêem cães de raça comendo à mesa, servidos por empregados uniformizados. VINÍCIUS em NPM 52 - EVG 13/18 - DAG 17 - DDV 30 - EDA 3 - EDV 3 - EPH 5 - FML 21 - FPZ 10 - IES 51 - LNL 16, 29, 40, 51 e 52 - MDC 32 - NOS 6 - NSC 35 - RES 72 - RLZ 61 - TMG 6, 7, 12, 13 e 14 - vtb 738, 2327, 2835 e 3401

CRIANÇA600 - A utilidade de passar pelo estado de infância é que, encarnando-se com o fim de se aperfeiçoar, o Espírito é mais acessível, durante esse tempo, às impressões que recebe e que podem ajudar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de sua educação. LEP 383 - LEP 183, 208, 385, 582 e 871 - EVG 8/3 e 4, 14/9 e 28/53 a 56 - ARC 7 - ATP 5 - CMM 3 - CSL 109, 113 e 189 - CTD 1 - CTNPG 181 - CVO 13 - CVV 12 - DED 1 e 6 - DPMPG 311 - EES 23 - ETV 18 - EVD 16 - EVV 38 - FEV 45 - FML 5 e 9 - ITP 33 - LES 38 - LMV 16 - LNL 18, 36, 46 e 63 - LPE 17 - LRD 15 e 49 - MDC 17, 25 e 31 - MDL 33 - NSS 29 - OFR 3 - PAMPG 10 - POB 10 - PRR 16 - RLZ 85 e 90 - SCS 9 - TRL 12 - VEP 6 - VEV 11 - VZG 48 - vtb 973, 1490, 2024, 2499 e 2835

CRIANÇA601 - As lembranças que certas crianças têm de vidas anteriores se explica pelo fato de que a adaptação dos sentidos psíquicos ao organismo material opera-se morosa e gradualmente, a partir do nascimento, só se completando por volta dos sete anos ou mais tarde em certos indivíduos. Essas lembranças se esvaem, geralmente, próximo da idade adulta, quando a alma entra na plena posse de seus órgãos. LÉON DENIS em PBSPG 221 e 222 - PBSPG 223 a 230 - LEP 142 - ADV 20 - AQMPG 186, 187, 208 e 249 - MLZ 13 e 14 - MRTPG 132 e 133 - NFL 11 - NFP 16 e 17 - NMM 8 - PBSPG 61 - PNT 4 - PRN 48 - RES 45 - RIM 26 - RVCPG 84 - TVM 1 - vtb 1091, 1972, 2080, 2754, 2766 e 2835

CRIANÇA - 602 - Cada pequenino é um campo de tendências inatas com tamanha riqueza de material para a observação do analista, que, debalde, se lhe penetrará os meandros da individualidade, sem apoio na reencarnação, para que se lhe solucionem os enigmas. EMMANUEL em VSX 14 - vtb 605, 609, 1190, 2749 e 3397

CRIANÇA - 603 - Durante a infância, o Espírito encarnado não sofre em conseqüência do constrangimento que a imperfeição dos órgãos lhe impõe, pois esse estado corresponde a uma necessidade e está na ordem da natureza. É um período de repouso do Espírito. LEP 382 - MRTPG 323 - vtb 1072, 2847, 2975 e 3084

CRIANÇA - 604 - Na raiz da violência do adulto jaz uma criança amarfanhada, confundida, infeliz. Em cada agressor pulsa um coração infantil assaltado pelo medo. Na gênese do desconcerto social existe uma vida que foi estiolada no nascedouro. A marginalização da criança engendra a delinqüência juvenil, carreando para o adulto a loucura e a destruição. Toda e qualquer providência que vise à mudança da atual paisagem humana da Terra, por mais respeitável, não poderá lograr êxito, se não tiver como suporte a criança, que prossegue sendo o amanhecer do futuro. MARÍLIA BARBOZA em TMG 54 - AIM 4 - ANT 10 e 37 - CDE 12 - DED 2 - DPE 6 - EVD 99 - LNL 33 - MDL 11 - NFP 12 - PLC 26 - TCL 37 - VDS 1 e 5 - VIC 31 - vtb 514, 738, 955, 2159, 2327, 2499, 2789, 2835 e 3213

CRIANÇA - 605 - Não é racional considerar-se a infância como um estado normal de inocência. Elas agem sem discernimento, mais por instinto que intencionalmente. Donde, porém, provirão instintos tão diversos em crianças da mesma idade, educadas em condições idênticas e sujeitas às mesmas influências? ALLAN KARDEC em LEP 199a (Obs) - LEP 209 e 210 - DED 14 - OBD1P 12 - vtb 602 e 3211

CRIANÇA - 606 - Necessário volver o olhar ao passado para explicar esses ódios, essas repulsões instintivas que se notam da parte de certas crianças e que parecem injustificáveis. Assim, podeis deduzir que um ou outro já odiou muito, ou foi muito ofendido; que um ou outro veio para perdoar ou para expiar. SANTO AGOSTINHO em EVG 14/9 - FML 31 - TDN 2 - vtb 009, 1089, 1201, 1208, 1305, 2241, 2267, 2758 e 3026

CRIANÇA - 607 - O Espírito que anima o corpo de uma criança pode ser até mesmo mais desenvolvido que o de um adulto, se ele mais progrediu, pois são apenas os órgãos imperfeitos que o impedem de se manifestar. No entanto, enquanto criança, mesmo fora do obstáculo que a imperfeição dos órgãos opõe à sua livre manifestação, ele pensa como criança. A perturbação que acompanha a encarnação não cessa subitamente, com o nascimento, e não se dissipa senão gradualmente, com o desenvolvimento dos órgãos. LEP 379 e 380 - LEP 142, 197, 352 e 369 - EVG 8/4 - LMD 162 e 282/35 - EGTPG 155 - ETC 10 - NFP 1, 3, 10, 13, 15 e 27 - NLR 48 - vtb 872, 1129, 1571, 2577, 2754 e 2765

CRIANÇA - 608 - Portadora de aparelhagem neuro-cerebral completamente nova em sua estrutura orgânica, à feição de câmara fotográfica devidamente habilitada a recolher impressões ou da argila frágil e viva ante as ideias do oleiro, a criança é um vaso vivo a arrecadar-nos as imagens da experiência diária, competindo-nos, pois, o dever de traçar-lhe noções de justiça e trabalho, fraternidade e ordem, habituando-a, desde cedo, à disciplina e ao exercício do bem, com a força de nossas demonstrações, sem contudo furtar-lhe o clima de otimismo e esperança. EMMANUEL em PVD 13 - LNL 58 - RES 19 - SNV 14 - vtb 082, 1307, 1514, 2499 e 2835

CRIANÇA609 - Só a lei dos renascimentos poderá fazer-nos compreender como certos Espíritos encarnados mostram, desde os primeiros anos, a facilidade de trabalho e a assimilação que caracterizam as crianças-prodígios. São os resultados de imensos labores que familiarizaram esses Espíritos com as artes ou as ciências em que primam. LÉON DENIS em PBSPG 244 - PBSPG 236 a 250 e 303 - LEP 219 - DKA 28 - EES 8 - EMN 5 - ETD 21 - NRN 8 - PNT 8 - URV 3 - vtb 602, 1479, 1562, 2749 e 3397

CRIANÇA - 610 - Somente a chave da reencarnação consegue compreender o motivo de, em plena meninice, corpos tenros sofrerem mutilação e enfermidade, almas que retomam o veículo físico em aflitivas condições, requisitando comiseração e socorro. Outras que, nos primeiros dias da existência terrestre, revelam nos gestos mais simples o ressentimento e o azedume que herdaram do próprio passado delituoso. EMMANUEL em FML 31 - EVG 5/6 - CFNPG 378 a 381 - CHG 5 - CPN 9 - CRA 17 - CVO 23 - DKA 24 - ETC 9, 28, 31 e 32 - EVD 17 - LNL 57 - NFP 19 - PLP 19 - POB 26 - VEV 27 - vtb 230, 845, 1364, 2088, 2229, 2749, 2762 e 2777

CRIANÇA - vtb FILHO - HONRAR - PATERNIDADE - PEQUENINOS, 483, 955, 1135, 1148, 1152, 1427, 2251, 2782 e 2788

CRIATIVIDADE - 611 - A criatividade dá sentido à existência, que não estaciona ante o já conseguido, demonstrando a excelência de tudo quanto falta para ser alcançado. O ser criativo sai das situações menos felizes sem amarguras ou seqüelas dos insucessos e desgostos experimentados, convertendo-os em lições de vida mediante as quais progride em tranqüilidade. JOANNA DE ÂNGELIS em AIM 6 - vtb 1333 e 3264

CRIATIVIDADE - vtb 1585

CRIME v. 008 e 738

CRIOGENIA – 612 No momento em que os cientistas estudam a possibilidade de aplicar a criogenia nos indivíduos portadores de enfermidades para as quais ainda não se conhecem recursos que possam atenuar-lhes os sofrimentos nem impedir-lhes a morte, o esforço, mesmo respeitável, carece de qualquer possibilidade de êxito. JOANNA DE ÂNGELIS em DSG 12 - vtb 2109

CRISTALIZAÇÃO MENTAL - v. 061

CRISTALTERAPIA - v. 3155

CRISTÃO - 613 Bastará dizer: “Sou cristão”, para que alguém seja um seguidor do Cristo? Procurai os verdadeiros cristãos e os reconhecereis pelas suas obras. “Uma árvore boa não pode dar maus frutos, nem uma árvore má pode dar frutos bons”. Simeão, espírito, em EVG 18/16 - MAT 12:33 - LUC 6:44 - ABS 5 - LES 60 - vtb 1348, 1915 e 2452

CRISTÃO - 614 - Em Antióquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos. ATS 11:26 - ACT 3, 26 e 45 - CMQPG 15 a 19 - MRCPG 93 - PETPG 318 - vtb 2613

CRISTÃO - 615 - Ser cristão não é uma questão de modo de crer: é uma questão de caráter. Não é o batismo, nem a filiação a qualquer igreja que faz o cristão; é o caráter íntegro, firme e consolidado através de longo e porfiado trabalho de auto-educação. VINÍCIUS em NPM 131 - JOI 18 - NRF 6 - VMO 20 - vtb 278, 1038 e 2804

CRISTIANISMO - E Espiritismo. v. 1020, 1022, 1027, 1292 e 2802; Necessidade de sua revisão. v. 2834

CRISTIANISMO – 616 Nos três primeiros séculos de sua propagação, o Cristianismo revestia-se da pureza original com que havia sido enunciado pelo Cristo. Na proporção, porém, em que foi se infiltrando no mundo pagão, teve de absorver elementos desse mundo, que acabaram por desfigurá-lo, transformando-o numa religião formada por contribuição do Judaísmo, do Paganismo e dos princípios cristãos adaptados àqueles elementos. J. HERCULANO PIRES em HNV 24 - CVCPG 137 - EGTPG 49 e 117 - EMN 3 - NBO 16 - RTL 37 - RVCPG 55 a 70 - vtb 1102 e 2780

CRISTIANISMO - 617 - O Cristianismo cresceu porque seus adeptos foram agredidos, martirizados. O enfraquecimento surgiu quando passou de vencido a vencedor. A conquista enfraquece o vitorioso. Isto é fatal. HENRIQUE RODRIGUES e HILDA FONTOURA NAMI em PPHPG 98 - PPHPG 31 a 46 - OTM 51 - vtb 1330, 2940 e 3281

CRITÉRIO - v. 342

CRÍTICA - v. JULGAR

CROMOTERAPIA - v. 3155

CRUCIFICAÇÃO - 618 - MAT 27:32 a 56 - MAR 15:21 a 41 - LUC 23:33 a 48 - JOO 19:17 a 37 - CLA 38 - CMQPG 177 - CSL 286 e 287 - MSG 27 - NPM 35 - PNS 103 - VZG 41 - vtb 1848, 2794 e 3068

CRUCIFICAÇÃO - 619 - Blasfêmia dos que passavam. MAT 27:39 - MAR 15:29 - LUC 23:35 - SLM 22:7 - RIM 20

CRUCIFICAÇÃO - 620 - Deram-lhe a beber vinho misturado com fel. MAT 27:48 - MAR 15:23 - SLM 69:21 - CMQPG 66 - NPM 113

CRUCIFICAÇÃO621 - Em sua cabeça puseram a sua acusação: "Este é Jesus, o rei dos Judeus". MAT 27:37 - MAR 15:26 - LUC 23:38 - JOO 19:19 - CMQPG 64 - JEV 3 - vtb 1010

CRUCIFICAÇÃO - 622 - Os dois ladrões (Dimas à direita e Gestas à esquerda). MAT 27:38 e 44 - MAR 15:27 - LUC 23:32, 33 e 39 a 43 - JOO 19:18 - BNV 28 - ETS 112 - ETV 40 - NPM 53 - OFR 29 - PNS 81 - vtb 2483

CRUCIFICAÇÃO - 623 - Repartiram seus vestidos, lançando sortes. MAT 27:35 - MAR 15:24 - LUC 23:34 - JOO 19:23 e 24 - SLM 22:18 - CMQPG 66 - vtb 3087

CRUCIFICAÇÃO - 624 - Testemunhas: Mateus (27:55 e 56) cita "muitas mulheres", entre as quais Madalena, Maria e a mulher de Zebedeu (v. LUC 8:1 a 3). Marcos (15:40 e 41) fala em "algumas mulheres", entre as quais Madalena, Maria e muitas outras que subiram de Jerusalém. Lucas não cita testemunhas e João (19:25) cita Maria, Maria de Cleofas, irmã de Maria, e Madalena. - vtb 1865 e 2142

CRUELDADE - 625 - A crueldade é o instinto de destruição no que tem de pior, porquanto, se algumas vezes a destruição constitui uma necessidade, com a crueldade jamais se dá o mesmo. Ela resulta sempre de uma natureza má. LEP 752 - LEP 749 e 753 a 756 - AIM 2 - BPZ 28 - CTD 14 CVO 36 - EMC 7 - LPE 44 - SNL 28

CRUELDADE - vtb VIOLÊNCIA e 841

CRUZ - 626 - A cruz do mestre tem a forma de uma espada com a lâmina voltada para baixo. Recordemos assim que, em se sacrificando sobre uma espada simbólica, devidamente ensarilhada, é que Jesus conferiu ao homem a bênção da paz, com a felicidade e renovação. EMMANUEL em FVV 114 - CFZ 5 - IPS 21 - MDS 111 - NPM 73 - OTM 16 - PAZ 18 - TDN 16

CRUZ - 627 - Cada criatura passa entre os homens algemada ao posto de graves obrigações, alusivas ao progresso que lhe cabe alcançar. O santo traz a cruz do sacrifício. O delinqüente carrega a cruz do remorso. Se colocas o madeiro do próprio aperfeiçoamento na direção do Cristo, com amor e humildade, renúncia e perdão, os braços de tua cruz se converterão em asas de espiritualidade, arrebatando-te do vale pantanoso da Terra para os topos resplendentes do Infinito. EMMANUEL em ABR 11 - IES 35 - TCL 32 - vtb 134

CRUZ - 628 - Levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira. JOO 19:17 - MAT 27:33 - MAR 15:22 - LUC 23:33 - LVS 13 - NPM 89 PJS 95

CRUZ - 629 - Quem não levar a sua cruz, não pode ser meu discípulo. LUC 14:27 - CVO 22 - EVD 21 - FVV 58 - JEV 31 - PTC 10 - PVE 18 - RLZ 109 - TPL 10

CRUZ - 630 - Quem não toma sua cruz e não segue após mim, não é digno de mim. MAT 10:38 - DAG 4 - FVV 36 e 97 - LNC 10

CRUZ631 - Se alguém quiser vir após mim, negue a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. MAT 16:24 - MAR 8:34 - LUC 9:23 - STM 3:12 - EVG 24/19 - ACO 17 - ALZ 2 - ATA 8 - BNV 21 - BVS 12 - CDT 21 - CLA 14, 41, 53 e 68 - CLB 13 - CMQPG 183 - CRF 34 e 39 - CSL 225 - CVV 169 - DAP 14 - DMV 50 - ESV 1 - ETS 65 e 77 - FVV 22 e 79 - HOJ 20 - IPS 6 - LES 75 e 80 - LMV 31 - LVS Prefácio - MMD 39 - MTA Prefácio - MUN 13 e 48 - NLI 10 - OTM 12 - PETPG 152 - PNS 103 - PTC 2 e 17 - PVE 15, 29 e 74 - RAT 5 - RUM 59 - SGU 3 e 46 - TMG 15 - VIC 8

CRUZ - vtb aflição - PACIÊNCIA - TESTEMUNHO - TRIBULAÇÕES, 028, 1769 e 2794

CULPA - 632 - A “consciência de culpa” somente desaparece quando o delinqüente liberta aqueles que lhe sofreram o mal. BEZERRA DE MENEZES em LOB 7 - DPE 5 - MRTPG 359 a 364 - NRF 20 - TDL 32 - vtb 045, 217, 576, 1208, 2035, 2060, 3155 e 3282

CULPA - 633 A culpa, por enquanto, é um fantasma interior que nos persegue em todos os ângulos do mundo, sob as mais variadas formas. Recordemo-nos de que no estágio evolutivo em que nos achamos ninguém existe sem débitos a resgatar. No entanto, não nos detenhamos na culpa. Usemos a caridade recíproca, e, com a liberdade relativa de que dispomos, ser-nos-á então possível edificar, com Jesus, o nosso iluminado Amanhã. EMMANUEL em NOS 11 - SNL 11 - vtb 1264, 1728, 1762, 2245, 3163, 3224 e 3273

CULPA - 634 - A morte ser-te-á entre os homens um fator de aparente liquidação de todos os débitos. Tuas contas e ofensas parecerão desculpadas pelos irmãos do caminho, no entanto, não por ti mesmo, que lhes carrearás a sombra, onde fores, como alguém que amarra fardos de lodo e cinza ao imo do próprio ser. EMMANUEL em IRM 14 - IPS 61 - VSX 9 - vtb 2090, 2111, 2241, 2583 e 2611

CULPA - 635 - A sombra é geratriz de equívocos como o erro é matriz de tormentos íntimos naquele que o pratica. A punição mais severa, portanto, para o transviado, é o despertar da consciência, hoje ou amanhã. JOANNA DE ÂNGELIS em FEV 50 - ANT 22 e 40 - ARC 4 - CDV 23 - CNA 5 - EVM2P 15 e 19 - GPT 10 - IPS 10 - JAT 5 - JOI 19 - JVN 49 - LVV 20 - NLR 4 - PBSPG 383 - PDA 34 - RES 4 e 6 - RFG 10 - RLZ 66 - TOB 18 - TVM 19 - USF 16 - VZG 3 e 11 - vtb 414, 522, 1688, 2106 e 2210

CULPA636 - Aquele que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. TGO 4:17 - LEP 849 - LMD 226/3 - CME 47 - HOJ 16 - LES 37 - LVS 18 - MDS 103 - MMD 14 - NFL 3 - PVE 95 e 99 - VEV 20 - vtb 018, 412, 1145, 1504, 1593, 1823, 2534 e 2852

CULPA – 637 - Confessai vossas culpas uns aos outros. TGO 5:16 - VLZ 157 - vtb 513

CULPA - 638 - Conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. SLM 51:3 - LEP 977 - EVG 5/6 - LMD 132/9a - CFN1P 7/7, 24, PG 323 a 327 e 348 a 352 - ARC 5 - CFZ 20 - CME 57 - CSL 116 - CVCPG 9 - CVRPG 308 - DDV 29 - DTE 8 - ETC 7, 34 e 35 - EVM1P 19 - IES 33 - IPS 52 e 61 - JVN 11 e 47 - LBT 18 - MRTPG 361 a 364 - MSG 23 e 27 - NDM 22 - NMM 8 e 12 - PLP 4 - RFG 5 - RTR 4 - SMD 74 - TDN 7 - VZG 36 e 60 - vtb 063, 525, 2134, 2583 e 2611

CULPA - 639 - Eis que já estais são: não peques mais, para que te não suceda alguma coisa pior. JOO 5:14 - CLA 56 - CVD 48 - DSF 23 - DSG 6 - EPV 2 e 14 - JAT 12 - LOB 10 - LPE 19 - MRTPG 306 e 342 - NBO 12 - NLI 20 - OBD2P 2 e 4P 1 - PCT 35 - PPHPG 38 e 105 - SNL 5 - TMG 23 - URV 14 - VEP 16 - vtb 502 e 711

CULPA - 640 - Herdeiro dos arquétipos remotos dos seus antepassados, o indivíduo mantém por atavismos religiosos e culturais a “consciência de culpa”, especialmente os ocidentais, vitimados pelas heranças judaico-cristãs, no que diz respeito à desobediência de Eva, no paraíso, e ao fratricídio por Caim contra Abel. JOANNA DE ÂNGELIS em SCS 10 - ADV 3 - DPE 2 e 8 - JAT 15 - MMS 9 - NOS 11 - vtb 031, 515 e 3012

CULPA - 641 - Não acho culpa alguma neste homem (Pilatos, se referindo a Jesus). LUC 23:4 - MAT 27:24 - JOO 18:38 e 19:4 e 6 - PPD 2:22 - NPM 43 - RES 50 - vtb 2636

CULPA - 642 - Naquele que nem sequer concebe a ideia do mal, já há progresso realizado; naquele a quem essa ideia acode, mas que a repele, há progresso em vias de realizar-se; naquele, finalmente, que pensa no mal e nesse pensamento se compraz, o mal ainda existe na plenitude da sua força. Num, o trabalho está feito; no outro, está por fazer-se. Deus, que é justo, leva em conta todas essas gradações na responsabilidade dos atos e dos pensamentos do homem. ALLAN KARDEC em EVG 8/7 - LEP 641 e 894 - vtb 1579, 1717, 1829 e 2566

CULPA - 643 - O deslize do Espírito no mal implica fatalmente na diminuição proporcional de liberdade. Os pensamentos e os atos criam em torno da alma culpada uma sombria atmosfera fluídica que se condensa pouco a pouco, vai se contraindo e a encerra como numa prisão. LEON DENIS em NINPG 124 - EVG 5/5 - AIM 8 - CTL 17 - FGP 4 - NLI 17 - TOB 21 - vtb 045, 883, 1731, 1745, 1759, 2218, 2433 e 2554

CULPA - 644 - O remorso é a força que prepara o arrependimento, como este é a energia que precede o esforço regenerador. Choque espiritual nas suas características profundas, o remorso é o interstício para a luz. EMMANUEL em CSL 182 - JVN 63 - LOB 18 - NMM 8 - PNS 157 - PSC 10 - VZG 13 e 63 - vtb 217

CULPA - 645 - O sentimento de culpa é sempre um colapso da consciência e, através dele, sombrias forças se insinuam. ANDRÉ LUIZ em ETC 3 - ETC 4 - ANT 37 - ATP 17 - CVRPG 291 - DMV 40 - DSG 20 - EMC 14 - EPV 3 - FPA 6 - IPS 18 - IRM 14 - JVN 48 - LBT 5 e 11 - LMV 11 - MMD 18 - MTA 4 - NBO 4 - NDM 4 - NFL 4, 25, 30 e 31 - NMM 4 - PDA 28 - PLT 4 - POB Prefácio - PRN 35 - PVD 15 e 21 - SCS 9 e 10 - TDL 2 - vtb 760, 1398m, 2602, 3218

CULPA - 646 - O servo que soube a vontade do Senhor, e não se aprontou, nem fez conforme à sua vontade, será castigado com muitos açoites; mas o que não a soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. LUC 12:47 e 48 - LEP 637 e 828 - EVG 18/12 - NPM 11 - PJS 16 - VZG 58 - vtb 525, 1829, 2478, 2933, 3274 e 3412

CULPA - 647 - Quando fugimos ao dever, precipitamo-nos no sentimento de culpa, do qual se origina o remorso, com múltiplas manifestações, impondo-nos brechas de sombra aos tecidos sutis da alma. E o arrependimento, incessantemente fortalecido pelos reflexos de nossa lembrança amarga, transforma-se num abcesso mental, envenenando-nos, pouco a pouco, e expelindo em torno a corrente miasmática de nossa vida íntima, intoxicando o hausto espiritual de quem nos desfruta o convívio. EMMANUEL em PVD 22 - SDR 12 - SPT 18 - vtb 216, 225, 809 e 1208

CULPA - 648 - Se eu não viera nem lhes houvera falado, não teriam pecado, mas agora não têm desculpa. JOO 15:22 - ROM 1:20 - vtb 754

CULPA - 649 - Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas como vedes, vosso pecado permanece. JOO 9:41 - EVG 8/20 e 18/12 - PCT 45 - RVCPG 87

CULPA - 650 - Se pecarmos voluntariamente, depois de termos conhecimento da verdade, restar-nos-á uma certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo. HEB 10:26 e 27 - SPD 2:20 e 21 - IES 91 - JVN 63 - vtb 2852

CULPA - vtb ARREPENDIMENTO - CARMA, 035, 177, 179, 499, 1379, 1745, 2155, 2315, 2317, 2499, 2856, 3165 e 3218

CULTO - Do Evangelho no lar. v. 2880; Racional. v. 2943

CULTURA - v. INTELECTUALISMO - SABEDORIA

CUPIDEZ651 - A igualdade absoluta das riquezas é impossível. A diversidade das faculdades e dos caracteres se opõe a isso. Há homens que crêem estar nisso o remédio para os males sociais, não compreendendo que a igualdade que aspiram seria logo rompida pela própria força das coisas. LEP 811 - LEP 635 e 808 - EVG 16/8 - CSL 56 e 234 - EPH 1 e 5 - HDV 59 - NPM 67 - PBSPG 14 - PCT 26 - RDL 20 - THP 33 - VEV 7 - vtb 003, 698, 867, 934 e 1478

CUPIDEZ - 652 - Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de cada um não consiste na abundância das coisas que possui. LUC 12:15 - EVG 16/12 - ANH 18 - ATA 47 - CFZ 41 - COI 10 - CVV 165 e 166 - DNH 10 e 15 - DPMPG 269 - ELZ 33 - ETS 8 - FML 12 - JEV 23 - LES 43 - NRF 1 - PCT 3 - PVE 8 - SGU 19 - VLZ 52 - vtb 679

CUPIDEZ - 653 - Amealharás recursos amoedados a mancheias, entretanto, se te não dispões a usá-los, edificando o conforto e a alegria dos outros, na convicção de que todos os bens pertencem a Deus, em breve converter-te-ás em prisioneiro do ouro que amontoaste, erguido, assim, à feição de teu próprio cárcere. EMMANUEL em ILS 6 - ILS 8 e 12 - AVV 15 - BPZ 52 - LES 50 - MPT 24 - NOS 9 - vtb 088, 678, 1265, 1276, 1731, 2703 e 3051

CUPIDEZ654 - Aquele que possui bens suficientes para lhe assegurarem a existência, talvez possa estar isento do trabalho material; não, porém, da obrigação de tornar-se útil nem de aperfeiçoar a sua inteligência ou a dos outros, o que também é trabalho. Tanto maior lhe é a obrigação de ser útil aos seus semelhantes, quanto mais ocasiões de praticar o bem lhe proporciona o adiantamento que lhe foi feito. LEP 679 - LEP 816, 918 e 943 - EVG 16/13 - DED 75 - ELZ 13 - ETD 16 - HRM 11 - PVD 7 - RUM 4 - SOL 55 - vtb 2699

CUPIDEZ - 655 - Àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas aquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. MAT 13:12 e 25:29 - MAR 4:25 - LUC 8:18 e 19:26 - JOO 15:2 - EVG 18/15 e 24/6 - BDA 16 - CME 61 - CSL 259 - EGTPG 192 - LES 58 - MDS 2 - MTS 13 - NOS 19 - vtb 312, 1347, 2198, 2407, 2449, 2479 e 3382

CUPIDEZ - 656 - As raposas têm covis e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. MAT 8:20 - LUC 9:58 - EGTPG 230 - ETD 4 - EVD 40 - MST 2 - NPM 23 - OFR 45 - PLT 7 - RCF 10

CUPIDEZ - 657 - Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus. LUC 12:21 e 33 - PTM 6:18 e 19 - TGO 2:5 - FVV 120 - NLR 27 - PJS 25 - PLE 16 - vtb 671 e 2470

CUPIDEZ - Buscar o proveito próprio. v. VANTAGEM

CUPIDEZ658 - Como ministros de Deus, tornemo-nos recomendáveis em tudo: como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo. SCR 6:4 e 10 e 8:9 - RES 13 - SOL 32

CUPIDEZ - 659 - Condenação de Tiago aos ricos opressores. TGO 5:1 a 6

CUPIDEZ - 660 - Constituindo um motivo legítimo de suspeita, o interesse dá direito a rigoroso exame, com o qual ninguém poderá ofender-se. O interesse dá lugar a que se suspeite de tudo. LMD 307 e 309 - LMD 314 - PRR 19 - vtb 377, 686, 1493, 1911, 1993, 2810 e 3372

CUPIDEZ - 661 - Consumindo pensamentos alheios pela reflexão automática, exageramos nossas necessidades afastando-nos da simplicidade e estruturando complicado mecanismo de cautela e desconfiança, para além da justa preservação, retendo, apaixonadamente, o instinto da posse e, com o instinto da posse, criamos os reflexos do egoísmo e do orgulho, da vaidade e do medo. EMMANUEL em PVD 20 - PVD 24 - LEP 922 e 923 - AMG 6 - ANT 18 e 32 - API 4 - CRI 31 - EPM 11 - EVD 55 - FDI 39 - FEV 21 - FML 14 - HIT 5 - IES 45 - LAV 24 - LMV 20 e 21 - LVV 16 - NOS 1 - OFR 45 - OTM 4 - PCT 58 - PDA 31 - PMG 39 - PND 14 - PPHPG 103 - RES 12 - SCS 5 e 10 - SGU 69 - SMT 20 - TCL 40 - TMG 13 - TPS 9 - USF 1 - vtb 055, 250, 378, 670, 687, 696, 1261, 1269, 1273, 1472, 1588, 2182, 2628 e 3032

CUPIDEZ662 - Contentai-vos com o vosso soldo (João Batista). LUC 3:14 - PNS 5 - vtb 2112 e 2948

CUPIDEZ - 663 - Dizes ser rico e és pobre e cego. Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças. APC 3:17 e 18 - MAT 13:44 - CVV 135 - ETS 87

CUPIDEZ - 664 - Doce é o sono do trabalhador, quer coma pouco quer muito; mas a fartura do rico não o deixa dormir. ECL 5:12 - vtb 058

CUPIDEZ - 665 - É difícil entrar um rico no reino dos céus. MAT 19:23 - MAR 10:23 a 25 - LUC 6:24 e 18:24 e 25 - JOH 31:24 - SLM 52:7 e 62:10 - PVB 11:28 - LEP 264, 814 a 816 e 1001 - EVG 16/7 - CFNPG 224 - CAP 13 - CDV 28 - CMQPG 39 - CVV 76 - DNH 19 - DPMPG 265 a 268 - DTE 18 - EED 22 - ELZ 49 - ESC 16 - ETD 16 - FEV 49 - IPS 16 - ITP 17 - LPE 51 - MMD 42 - NFL 15 - PJS 67 - POB 22 - PQVPG 36 a 38 - RAT 18 - RES 25 - SMT 12 - TRL 12

CUPIDEZ - 666 - É louvável, quando puro, o sentimento de cobiça da riqueza, quando nos anime o desejo de fazer o bem. Mas, será sempre desinteressado esse desejo? Não será de fazer o bem a nós mesmos, em primeiro lugar, o que se cogita? A alta posição do homem neste mundo e o ter autoridade sobre os seus semelhantes são provas tão grandes e tão escorregadias como a desgraça, porque, quanto mais rico e poderoso é ele, tanto mais obrigações tem que cumprir e tanto mais abundantes são os meios de que dispõe para fazer o bem e o mal. Deus experimenta o pobre pela resignação e o rico pelo emprego que dá aos seus bens e ao seu poder. LEP 902 e 816 (Obs) - LEP 925 - EVG 13/6 - CVRPG 186 - MDS 60 - PCT 2 - PRR 6 - vtb 250 e 3087

CUPIDEZ667 - E o mancebo retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades. MAT 19:22 - MAR 10:22 - LUC 18:23 - EVG 16/7 - CVV 149 - JAT 14 - JEV 2 - LOB 10 - LZA 15 - vtb 2467

CUPIDEZ - 668 - Enquanto aguarda os bens do céu, tem o homem necessidade dos da Terra para viver. O que Jesus recomenda é que não ligue a estes últimos mais importância do que aos primeiros. ALLAN KARDEC em EVG 9/5 - vtb 250, 378, 2335, 2660, 2699 e 2704

CUPIDEZ - 669 - Há quem se faça rico, não tendo coisa nenhuma, e quem se faça pobre, tendo grande riqueza. PVB 13:7 - ALZ 1 - CDE 9 - DNH 4 e 11 - EDP 11 e 29 - EVD 69 - SOL 30

CUPIDEZ - 670 - Já aprendi a contentar-me com o que tenho. FLP 4:11 - CVV 29 - HDV 60 - PVE 85 - URV 9 - vtb 661, 687, 696, 1269 e 1273

CUPIDEZ - 671 - Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens ajuntado para quem será? LUC 12:20 - TGO 4:14 - JOH 27:8 - SLM 39:6 - ADR 10 - CFZ 37 e 46 - CVV 56 - ETR 12 - JEV 23 - MPT 3 - SGU 15 - THP 7 e 17 - VLZ 35 - vtb 657 e 2470

CUPIDEZ - 672 - Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem; mas ajuntai tesouros no céu, onde os ladrões não minam nem roubam. MAT 6:19 e 20 e 19:21 - LUC 12:33 e 18:22 - PPD 1:4 - PVB 23:4 - JRM 17:11 - EVG 9/5, 16/9, 25/7, 8 e 11 - ATA 16 - CDE 8 - CDT 9 - CME 69 - CVD 12 - CVV 59 e 61 - DMV 47 - DPMPG 142 - EGTPG 220 - ENC 31 - ETS 6 e 84 - ETV 23 - FEV 6 - FPZ 11 - FVV 177 - HIT 6 - IRM 9 - LES 37 e 42 - MMC 3 - MPT 12 - NLR 30 - NOS 13 - OTM 5 - PJS 5 - PNS 156 - PRR 24 - PSC 37 - PVE 49 e 73 - RVCPG 76 - SDR 32 - SHA 34 - SJT 19 - URG 17 - VMO 28 - vtb 2676

CUPIDEZ - 673 - Não ponha esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que tudo nos dá. PTM 6:17 - MAR 10:24 - PPD 1:21 - JOH 31:24 e 28 - SLM 52:7 e 62:10 - EVG Introdução IV/XIV - AVL 15 - CMA 14 - NPB 50 - NSC 28 - PTC 32 - vtb 3087

CUPIDEZ - 674 - Não possuais ouro nem prata, nem cobre, em vossos cintos. MAT 10:9 - MAR 6:8 - LUC 9:3 e 22:35 - EVG 25/11 - CMQPG 188 - LVS 3 - MTA 9

CUPIDEZ - 675 - Nenhum avarento tem herança no reino de Deus. EFE 5:5 - LEP 901 - DNH 3 - INS 24 - OTM 41 - TRI 10

CUPIDEZ - 676 - O amor do dinheiro é a raiz de todos os males e nessa cobiça alguns se desviam da fé e se trespassam com muitas dores. PTM 6:10 - DTR 16:19 - LEP 900 - EVG 16/14 - ARC 3, 5 e 9 - CDV 19 - CVCPG 43 - CVV 57 - EDV 7 - ETR 4 - ETS 42 - ILS 8 e 12 - INS 14 - IPS 61 - LNL 12 e 55 - LOB 26 - MSG 11 - NMM 12 e 18 - RES 7 - VZG 36 e 37 - vtb 898 e 902

CUPIDEZ677 - O aprendiz da sabedoria interessado em carregar inutilidades e posses estéreis lembra um pássaro que ambicionasse planar nos céus, repletando a barriga com grãos de ouro. ANDRÉ LUIZ em OES 21 - AGT 7 - BPZ 52 - EDP 26 - MPT 24 - PVE 63 - TDN 17 - vtb 696

CUPIDEZ - 678 - O dinheiro de sobra, que nada tem a ver com as tuas necessidades reais, é o colaborador que te procura, pedindo orientação; é o amigo e servo que a Divina Providência te envia para substituir-te a presença, onde as tuas mãos, muitas vezes, não conseguem chegar. EMMANUEL em LES 47 - LES 65 - PCC 19 - vtb 043, 088, 262, 285, 363, 547, 653, 1275, 2282, 2702, 3051, 3071 e 3367

CUPIDEZ - 679 - O dinheiro em si mesmo não é bênção nem maldição, mas objeto de permuta. Possuir ou não possuir dinheiro não é fator positivo ou negativo de felicidade. Acima da posse ou abaixo dela, está a posição de quem possui ou deixa de possuir. JOANNA DE ÂNGELIS em MSA 15 - ABS 11 - AES 19 - ALC 31 - ANH 15 - BNV 23 - CDE 29 e 36 - CDV 6 - CME 12 - CMM 6 - CNV 8 - CPL 10 - CRF 5 - DCS 24 e 37 - DDV 6 - DNH Prefácio e 2 - DPMPG 266 - EDP 23 - ELZ 20 - EPL 9 - ESC 6 - ETD 18 - EVD 9 e 63 - FEV 48 - IDL 34 - JVN 60 - LEK 25 - LES 44, 46, 48 e 49 - LMV 9 e 19 - MDL 22 - MDS 45 - MPT 21 - MTA 15 - NOS 10 - NPM 135 - PDA 54 e 19 - PRR 8 - PVE 48 - RAL 42 - RAT 27 - RCV 20 - SOL 28 - VEP 3 - VMO 2 e 30 - vtb 652

CUPIDEZ - 680 - O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus. FLP 4:19 -SCR 9:8 - CFZ 11 - FVV 73

CUPIDEZ - 681 - O óbolo da viúva. MAR 12:41 a 44 - LUC 21:1 a 4 - SCR 8:12 - LEP 646 - EVG 13/6 e 15 - ACO 25 - AVV 12 - DDV 10 - DNH 16 - DPMPG 277 - ETS 101 - EVD 31 - EVV 20 - FPA 19 - JEV 19 e 21 - MUN 11 - NPM 67 e 91 - NSC 8 - OFR 36 - PCT 43 - PTC 8 - RUM 29 - RVCPG 16 - TMG 58 - vtb 330

CUPIDEZ - 682 - O que amar o dinheiro nunca se fartará de dinheiro; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda: também isto é vaidade. ECL 5:10

CUPIDEZ - 683 - O Senhor é meu pastor, nada me faltará. SLM 23:1 - JOO 10:11 - CTD 2 - PETPG 30 - VMO 34 - vtb 504

CUPIDEZ - 684 - O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias. TGO 5:3 - CVV 24 - EVD 2 - RES 12

CUPIDEZ - 685 - Onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. MAT 6:21 - LUC 12:34 - SLM 62:10 - LEP 89a - ABR 14 - ASV 33 - CLB 24 - CNA 29 - CTA 10 - CVV 64 - DMV 26 - ELZ 5 - ETC 37 - ETR 41 - LES 45 - MST 3 - MUN 8 - NBO 4 - NFL 4 - NLI 18 - NOS 12 - OBV 15 - PBSPG 150 - PNS 177 - PVD 19 e 30 - RES 32 - RTR 28 - SHA 34 - SMD 49 - STL 13 - STN 21 - VMO 28 - VZG 4 - vtb 039, 350, 2083, 2111, 2271 e 2568

CUPIDEZ - 686 - Onde predomina o interesse pelo dinheiro escasseiam as austeridades morais. MANOEL P. DE MIRANDA em TDL 5 - EDV 7 - vtb 105, 660, 898, 1380, 1911 e 2810

CUPIDEZ - 687 - Os males deste mundo estão na razão das necessidades artificiais que criais para vós mesmos. Aquele que limitar os seus desejos, e ver sem cobiça o que está fora das suas possibilidades, poupa-se a muitos aborrecimentos nesta vida. O mais rico é aquele que tem menos necessidades. LEP 926 - LEP 705, 715 a 717, 777, 792a, 795 (Obs), 863 e 927 - EVG 27/12 - AVD 13 - CNA 32 - CVD 37 - DPMPG 305 - EPH 8 - ETR 25 - MTS 4 - PLP 12 - PLT 3 e 7 - PNS 64 - TOB 6 - VDS 10 - vtb 047, 347, 661, 670, 696, 757, 1092, 1269, 1273, 1344, 1556, 1588, 2040, 2182, 2260, 2682, 2968, 3062 e 3257

CUPIDEZ - 688 - Os que querem ser ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. PTM 6:9 - PVB 15:27 - LEP 533 - ALC 9 - HRM 1 - LBT 14 - VZG 13

CUPIDEZ - 689 - Os que recebem a semente entre espinhos ouvem a palavra mas os cuidados deste mundo, os enganos das riquezas e as ambições sufocam a palavra, e fica infrutífera. MAR 4:18 e 19 - MAT 13:22 - LUC 8:14 - vtb 055 e 2471

CUPIDEZ - Parábolas: acerca da previdência: 691 e 2446; do avarento ou rico insensato: 671 e 2470; do moço rico: 667 e 2467; do mordomo infiel: 2468; do rico e o mendigo Lázaro: 2469; do semeador: 689 e 2471; dos talentos e das minas: 655 e 2479

CUPIDEZ - 690 - Prodigalidade não é generosidade; é, freqüentemente, uma modalidade de egoísmo. Um que despenda a mancheias o ouro de que disponha para satisfazer a uma fantasia, talvez não dê um centavo para prestar um serviço. Entre a prodigalidade exagerada e a sórdida avareza Deus colocou a caridade, santa e salutar virtude que ensina o rico a dar sem ostentação, para que o pobre receba sem baixeza. LACORDAIRE em EVG 16/14 - vtb 315 e 321

CUPIDEZ - 691 - Qualquer que não renuncia a tudo que tem, não pode ser meu discípulo. LUC 14:33 - EVG 16/7 - CSL 66 e 258 - CVD 50 - FML 25 - vtb 2446

CUPIDEZ - 692 - Quanto melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro! e quanto mais excelente adquirir a prudência do que a prata! PVB 16:16 - AVL 15 - MSA 42 - NPM 38 - vtb 2917

CUPIDEZ - 693 - Se julgarmos que o ouro precisa erigir-se em material único adequado à construção de nossa casa mental, cedo sofremos a ventania destruidora ou enregelante da ambição e da inveja, do remorso e do tédio, que costuma envolver a fortuna, em seu castelo de imprevidência. EMMANUEL em CRG 10 - vtb 1588 e 3106

CUPIDEZ - 694 - Sei estar abatido, e sei também ter abundância; estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. FLP 4:12 - PCR 4:11 - SCR 6:10 - LEP 896 e 899 - CVV 72 - DNH 13 - MMD 37 - PNS 56 - TDL 22 - VDR 6 - vtb 1333 e 2850

CUPIDEZ - 695 - Sejam os vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes. HEB 13:5 - MAT 6:25 - PVE 142 - vtb 1273

CUPIDEZ - 696 - Sob a suave e meiga palavra de Jesus, toda impregnada de sentimento da natureza, essa doutrina se reveste de um encanto irresistível, penetrante. Ela é saturada de terna solicitude pelos fracos e pelos deserdados. É a glorificação, a exaltação da pobreza e da simplicidade. Os bens materiais nos tornam escravos; agrilhoam o homem à terra. A riqueza é um estorvo; impede os vôos da alma e a retém longe do "reino de Deus". A renúncia, a humildade, desatam esses laços e facilitam a ascensão para a luz. LÉON DENIS em CTNPG 45 - ELZ 32 - MSG 36 - OBD1P 8 - vtb 055, 661, 670, 677, 687, 1269 e 1273

CUPIDEZ - 697 - Tendo sustento e com que nos cobrirmos, estejamos contentes. PTM 6:8 - ETD 10 - FVV 9 - VLZ 152

CUPIDEZ - 698 - Todas as coisas (dos apóstolos) lhes eram comuns. ATS 2:44 e 45 e 4:32 a 35 - CLA 54 - ETS 30 - GRNPG 228 - NPM 125 - PCT 26 - vtb 651 e 934

CUPIDEZ - 699 - Vale mais o pouco que tem o justo, do que as riquezas de muitos ímpios. SLM 37:16 - ANH 15 - DNH 1 e 2 - JVN 2 - RUM 30 - vtb 330 e 2524

CUPIDEZ - vtb FRACASSO - INVEJA - POBREZA - PROPRIEDADE - SORTE, 106, 246, 314, 319, 335, 1493, 2238, 2591, 2980 e 2995

CURA - 700 - A força magnética, quando secundada pela pureza dos sentimentos e por um ardente desejo de fazer o bem, pode curar pelo simples contato, porque então os bons Espíritos lhe vêm em auxílio. Cumpre, porém, desconfiar da maneira pela qual contam as coisas pessoas muito crédulas e muito entusiastas, sempre dispostas a considerar maravilhoso o que há de mais simples e mais natural. Importa desconfiar também das narrativas interesseiras, que costumam fazer os que exploram, em seu proveito, a credulidade alheia. LEP 556 - EVG 19/5 e 12 e 28/77 - LMD 131 - GNS 13/12 e 14/31 a 34 - CMQPG 94 e 95 - CTNPG 77 - CVCPG 78 - DLG 2.6 e 2.7 - MDD 28 - MDS 107 - NDM 17 - NINPG 182, 409 e 410 - NLA 8, 25, 36 e 37 - POB 26 - TDL 5, 6 e 25 - THP 20 - VEP 16 - vtb 725, 858, 1212, 1288, 1994, 2019, 2493 e 3155

CURA - 701 - Atuando nos centros do perispírito, os Espíritos por vezes efetuam alterações profundas na saúde dos pacientes, alterações essas que se fixam no corpo somático, de maneira gradativa, mormente quando encontram o serviço da prece na mente enriquecida pela fé transformadora. ANDRÉ LUIZ em ETC 5 - RIM 13 - vtb 926, 2492 e 2610

CURA Autotratamento - v. 727 e 859

CURA - 702 - Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. MAT 10:8 - EVG 26/2 e 10 - MDS 14 - SCE 9 - SVA 18 - vtb 1380

CURA - 703 - Curar e ensinar. MAT 9:35 - LUC 10:9 - JOO 8:11 - DMV 14 e 38 - DTE 11 - MDS 3 - PNS 44 e 51 - RTR 20

CURA - 704 - Da mulher com fluxo de sangue. MAT 9:20 a 22 - MAR 5:25 a 34 - LUC 8:43 a 48 - GNS 15/11 - HRM 16 - NSC 30 - PJS 65 - RVCPG 16 - vtb 1231 e 1809

CURA - 705 - Da mulher paralítica (curvada, no sábado). LUC 13:11 a 13 - vtb 2911

CURA - 706 - Da sogra de Pedro. MAT 8:14 e 15 - MAR 1:30 e 31 - LUC 4:38 e 39

CURA - 707 - De dois cegos. MAT 9:27 a 31

CURA - 708 - De todos os fatos que dão testemunho do poder de Jesus, os mais numerosos são as curas e as libertações de possessos. Queria ele provar dessa forma que o verdadeiro poder é o daquele que faz o bem. GNS 15/27 e 33 - JAT Prefácio - vtb 283 e 1331

CURA - 709 - De um hidrópico (no sábado). LUC 14:2 a 4 - vtb 2911

CURA - 710 - De um lunático (que os discípulos não puderam fazer). MAT 17:14 a 18 - MAR 9:17 a 29 - LUC 9:38 a 42 - JEV 26 - MDS 11 - vtb 922

CURA - 711 - De um paralítico do tanque de Betesda, em Jerusalém, no sábado (levanta-te, toma a tua cama, e anda). JOO 5:2 a 15 - GNS 15:22 - DTE 13 - ETD 27 - IES 42 - LVS Prefácio - PCT 35 - PJS 83 - vtb 639

CURA - 712 - Do cego de Betsaída (cuspiu-lhe nos olhos). MAR 8:22 a 26 - GNS 15/13 - LVS 14 - NLA 23 - vtb 928

CURA713 - Do cego de nascença que se lavou no tanque de Siloé (quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?) JOO 9:1 a 38 - GNS 15/25 - CMQPG 146 e 202 - CTNPG 47 e 48 - ETD 17 - FVV 95 - NSS 22 - PBSPG 272 - PJS 89 - RNB 21 e 26 - vtb 845, 928, 2342 e 3394

CURA - 714 - Do filho de um régulo (à distância). JOO 4:46 a 54

CURA - 715 - Do homem que tinha uma das mãos mirrada (no sábado). MAT 12:10 a 13 - MAR 3:1 a 5 - LUC 6:6 a 10 - vtb 1845 e 2911

CURA - 716 - Do leproso. Jesus, estendendo a mão, tocou, dizendo: quero, sê limpo. MAT 8:2 a 4 - MAR 1:40 a 45 - LUC 5:12 a 15 - EVG 13/4 - CLB 55 - CVD 52 - JEV 17 - NPM 21 - PVE 37 e 147 - SGU 11

CURA717 - Do paralítico de Cafarnaum: Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados. Levanta-te; toma a tua cama, e vai para tua casa. MAT 9:1 a 7 - MAR 2:3 a 12 - LUC 5:18 a 25 - GNS 15/15 - CVV 84 e 118 - FEV 46 - NSS 32 - PCT 47 - vtb 2247

CURA - 718 - Do servo do sumo sacerdote (Malco) que teve a orelha direita cortada durante a prisão de Jesus. LUC 22:51

CURA - 719 - Do surdo e gago de Decápolis. MAR 7:32 a 35 - ISS 35:5 - BPZ 35 - vtb 004, 1935 e 2842

CURA - 720 - Dos dez leprosos (apenas um agradeceu). LUC 17:12 a 19 - GNS 15/17 - CVD 7 - ETS 26 - vtb 068

CURA - 721 - Dos dois cegos de Jericó. (Marcos e Lucas dizem ser apenas um cego, que Marcos identifica como sendo Bartimeu, filho de Timeu). MAT 20:29 a 34 - MAR 10:46 a 52 - LUC 18:35 a 43 - CVV 44 - FVV 89 - MST 2 - OTM 4 - URV 14 - VLZ 34 - vtb 193, 3381 e 3392

CURA - 722 - Muito próximo vemos a época em que todas as sombras criadas por nós mesmos em nossas próprias almas serão capituladas na patologia comum. Radiografaremos a tristeza e o desânimo, a inveja e o ressentimento, e concluiremos com segurança sobre as calamidades de nosso próprio mundo íntimo, quando os nossos desequilíbrios de espírito estabelecem dentro de nós a introdução às doenças. E, por isso mesmo, a ciência curativa se baseará no amor que o Cristo nos legou, isto é, no uso da luz de que dispomos para extinguir as trevas. BEZERRA DE MENEZES em CVO 5 - LES 78 - vtb 841 e 1793

CURA - 723 - Ninguém pode curar um doente que se obstina em conservar o seu mal e nele se compraz. Não há cego pior do que aquele que não quer ver. LMD 250 - CVRPG 340 - vtb 266, 850, 1470, 2222 e 2734m

CURA - 724 - O objetivo primordial da Doutrina Espírita é a saúde do Espírito, e não do corpo somático, que é temporário e renovável. HENRIQUE RODRIGUES em STC 2 - vtb 314m, 952, 1027 e 1092

CURA - 725 - Os resultados que se podem obter através dos procedimentos cirúrgicos por meio dos médiuns operadores, também se podem conseguir por meio da oração, da terapia dos passes, da água fluidificada, dos inesgotáveis recursos de que dispõem os missionários do Bem no plano espiritual. JOANNA DE ÂNGELIS em NDB 15 - vtb 700, 1212, 1288 e 1994

CURA - 726 - Qualquer que seja a terapia utilizada, sempre apresentará diversificação de resultados. O que para um é ótimo, para outro não funciona, porque o valor da cura está muito mais no merecimento de quem pede do que no valor do que proporciona. Na doença e na saúde, pesa a lei de causa e efeito. HENRIQUE RODRIGUES e HILDA FONTOURA NAMI em PPHPG 105 - PPHPG 106 - EVG 8/20 - CFN1P 7 Introdução - CVCPG 104 - EGTPG 111 a 114 - EVD 53 - NLR 5 - PLB 5 - SGU 9 - TCL 4 - vtb 859 e 3155

CURA - 727 - Se distúrbios mentais são somatizados sob forma de doenças reais, com sintomatologia própria, é igualmente certo que, ajustada a mente pela aceitação e racionalização de uma postura que ela rejeita, nada impede que as mazelas também desapareçam, não por passes de mágica, mas porque houve uma troca de sinais nos comandos mentais. Em vez de atitudes negativas, depressivas, perniciosas, que deslancham a produção de substâncias bioquímicas de natureza destrutiva, muda-se a programação e a mensagem psíquica enviada aos centros energéticos do corpo físico passam a ser positivas, construtivas, equilibradoras, começando aí o processo de somatização de uma atitude mental saudável, em lugar das doentias. HERMÍNIO C. MIRANDA em MRTPG 231 - MRT todo - GNS 14/18 - ADV 24 - ATD 2, 5 e 6 - DSF 14 - DSG 3 e 7 - FVV 86 - IPS 49 - JEV 34 - SNL 5 - STC 10 - VDS 6 - vtb 427, 436, 852, 854, 855, 927, 1496, 1893, 2035, 2339, 2563, 2569, 2826, 3155 e 3377

CURA - 728 - Toda cura procede de Deus. Como Deus é amor, eis que o amor é essencial no mecanismo da saúde. JOANNA DE ÂNGELIS em DSF 23 - MST 18 - vtb 135m, 167 e 3224

CURA - vtb MAGNETISMO - PASSE, 430, 639, 851, 921, 1229, 1233, 1282, 1994 e 2497

CURAS DE PAULO - 729 - O coxo de Listra. ATS 14:8 a 10 e 19:12 - MRCPG 240 - PETPG 368 - vtb 1247 e 1466

CURAS DE PAULO - 730 - O pai de Públio, de Malta. ATS 28:8 e 9 - PETPG 502

CURAS DE PEDRO - 731 - Até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos; os quais todos eram curados. ATS 5:16 - JOO 14:12 - EGTPG 111 a 114 - MDS 68 - PNS 175 - QTO 1

CURAS DE PEDRO - 732 - O coxo do templo. ATS 3:1 a 8 - vtb 1431

CURAS DE PEDRO - 733 - O paralítico de Lida, Enéias. ATS 9:33 e 34

CURIOSIDADE 734 - A curiosidade, mesmo sadia, pode ser zona mental muito interessante, mas perigosa, por vezes. O espírito de investigação deve manifestar-se após o espírito de serviço. ANDRÉ LUIZ em NLR 25 - LEP 903 - LMD Cap 31/23 - AVL 17 - LNC 9 - MSG 1 e 10 - OES 31 - PND 24 - SMD 5 - vtb 041, 1055 e 1175

CURRÍCULO v. 818

*