página acima: Vontade
Vício
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Hábitos nocivos:

  • ALCOOLISMO
  • DROGAS
  • GULA
  • MALEDICÊNCIA
  • MENTIRA
  • TABAGISMO

A queixa é um vício imperceptível que distrai pessoas bem-intencionadas da execução do dever justo.

EMMANUEL - (Vinha de Luz) [55 - página 40]

A queixa não atende à realização cristã, em parte alguma, e complica todos os problemas.

EMMANUEL - (Vinha de Luz) [55 - página 40]

____Há vícios que se apegam a nós através de outros e que, retirado o tronco, caem como galhos.

[Livro "PENSAMENTOS", página 102, pensamento 102 - Pascal]

____

Vício - suicídio inconsciente

____A invigilância moral que nasce e se estrutura na ignorância humana, com relação ao conhecimento da vida espiritual, tem dizimado milhões de criaturas através dos tempos, e o pior é que continuará sua marcha lúgubre.

____O Espiritismo vem tirar da pasmaceira moral os Espíritos aqui reencarnados, a fim de que melhorem, um pouco que seja, a qualidade de suas vidas, fazendo-os ver e sentir as conseqüências de seus vícios, paixões e desatinos cultivados através do corpo carnal.

____Nessas horas de devaneio a criatura se deixa envolver por Espíritos inferiores, de baixo padrão vibratório, quando o ser perde o domínio integral de si mesmo. Criam-se algemas cruéis, difíceis de serem abertas. É a malha do vício que aprisiona, cerceia a liberdade, impõe condições, passa a dominar.

____Queremos referir-nos ao tabagismo, esquecendo por enquanto os demais, como por exemplo o alcoolismo, o uso de drogas, a maledicência, o hábito de caluniar, a glutonaria, o sexo em desregramento, a violência, etc., tudo isso causando sérios curtos- circuitos no perispírito do viciado, energeticamente desestruturando-o, tendo em vista que ele será o molde do novo corpo físico da próxima reencarnação do viciado.

____Para deixar o cigarro é preciso readquirir o poder da vontade que se estiolou diante da prepotência, do autoritarismo da nicotina e seus sequazes. O viciado é aquele que perde o comando da mente. A luta do viciado pela recuperação do controle da vontade torna-se mais acerba pelo fato de o vício haver encontrado quem lhe insufla maior potência: os Espíritos_tabagistas_desencarnados. As mentes de além-túmulo não se desvinculam com facilidade, sem mais nem menos, deste foco que alimenta seus desregramentos: o fumante terreno. ... etc.

Revista reformador Abril-2002 - ADÉSIO ALVES MACHADO

Pulmão sadio

Pulmão de fumante

Trechos do capítulo 14, do livro "NO MUNDO MAIOR"

Medida salvadora a um alcoólatra

____Não lhe valeram as melhoras da quinzena passada? — indagou fraternalmente o orientador.

____— Aproveitou-as para mais presto volver à irreflexão — esclareceu o interlocutor com inflexão magoada.

____— É de notar, porém, que se achava quase de todo louco.

____— Sim, mas conseguiu fruir, outra vez, estado orgânico invejável, mercê de sua intervenção última; logo, porém, que se viu fortalecido, tornou desbragadamente aos alcoólicos. A sede escaldante, provocada pela própria displicência e pela instigação dos vampiros que, vorazes, se lhe enxameiam à roda, e verteu-lhe o sistema_nervoso. A organização_perispirítica, semiliberta do corpo_denso pelos perniciosos processos da embriaguez, povoa-lhe a mente de atroz pesadelos, agravados pela atuação das entidades perversas que o seguem passo a passo.

____...O instrutor estudou o caso em silêncio, durante alguns instantes, e considerou:

____— Poderemos providenciar; contudo, se da outra vez consistiu o socorro em restituí-lo ao equilíbrio orgânico possível, no momento há que agir em contrário. Convém ministrar-lhe provisória e mais acentuada desarmonia ao corpo. Neste, como em outros processos difíceis, a enfermidade retifica sempre.

____... Em derredor, quatro entidades embrutecidas submetiam-no aos seus desejos. Empolgavam-lhe a organização fisiológica, alternadamente, uma a uma, revezando-se para experimentar a absorção das emanações alcoólicas, no que sentiam singular prazer. Apossavam-se particularmente da «estrada gástrica», inalando a bebida a volatilizar-se da cárdia ao piloro.

____A cena infundia angústia e assombro.

____Estaríamos diante de um homem embriagado ou de uma taça viva, cujo conteúdo sorviam gênios satânicos do vício?

____...Retirando-se em minha companhia, Calderaro, o orientador, acrescentou, tristonho:

____— O infortunado amigo será portador de uma nevrose cardíaca por dois a três meses, aproximadamente. Debalde usará a valeriana e outras substâncias medicamentosas, em vão apelará para anestésicos e desintoxicantes. No curso de algumas semanas conhecerá intraduzível mal-estar, de modo a restabelecer a harmonia do cosmo psíquico. Experimentará indizível angústia, submeter-se-á a medicações e regimes, que lhe diminuirão a tendência de esquecer as obrigações sagradas da hora e lhe acordarão os sentimentos, devagarinho, para a nobreza do ato de viver.

____As mesmas Forças Divinas que concedem ao homem a brisa cariciosa, infligem-lhe a tempestade devastadora... Uma e outra, porém, são elementos indispensáveis à glória da vida.

[25 - páginas: 192/193 ; 196 e 198 ] - André Luiz

____
____Examinando as anormalidades menores dos alcoólicos, que aniquilavam vagarosamente o companheiro que permanece completamente desviado em seus centros de equilíbrio vital:

    Todo o sistema endocrínico foi atingido pela atuação tóxica.

    Inutilmente trabalha a medula para melhorar os valores da circulação.

    Em vão, esforçam-se os centros_genitais para ordenar as funções que lhes são peculiares, porque o álcool excessivo determina modificações deprimentes sobre a própria cromatina. (Ver: Epigenética)

    Debalde trabalham os rins na excreção dos elementos corrosivos, porque a ação perniciosa da substância em estudo anula diariamente grande número de nefrons.

    O pâncreas, viciado, não atende com exatidão ao serviço de desintegração dos alimentos.

    Larvas destruidoras exterminam as células hepáticas.

    Profundas alterações modificam-lhe as disposições do sistema nervoso vegetativo e, não fossem as glândulas sudoríparas, tornar-se-lhe-ia talvez impossível a continuação da vida física.

[16a - página 29] - André Luiz - 1943

Sozinho? Curta Metragem espírita - Bebidas alcoólicas

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=oyuDnGvjLu8

Ver também:
*