Casamento:

Fabiano Pires Martins

Felicidade Perpetua dos Anjos


Capitão

(Certamente: primo de Antonio Pires Martins)

(Já falecido em 17/06/1883)










Filhos:

  1. Alexandrino, batizado no dia 11/11/1832, na Matriz de Vitória-ES
    Padrinhos: Comandante Antonio Ferreira Rofino e Francisca Maria da Encarnação

    (Vitória B18-04.1832-06.1841 - Página 07)

    Alexandrino Pires Martins, conforme jornal abaixo
    (Falecido em Piuma, 13.07.1890) - (Informações de Paulo Stuck Moraes)

    Deputado provincial (1882-1885). (Informações de Gilber Rubim Rangel)

    Genro de Henrique Francisco Cristiano Bourguignon
    Francisco Xavier Pinto Saraiva e Ana Maria dos Santos, são os sogros de HFCB.
    Manoel Xavier Pinto Saraiva é cunhado dele


  2. Maria, nasceu no dia 25/12/1835, batizada no dia 11/03/1836, na Matriz de Vitoria-ES

    (Vitória B18-04.1832-06.1841 - Página 202)


  3. Annanias, nasceu no dia 23/02/1837, batizado no dia 23/04/1837, na Matriz de Vitória-ES
    Padrinhos: Alferes Antonio Ferreira Rofino e sua mulher Dona Francisca das Neves Rofina

    (Vitória B18-04.1832-06.1841 - Página 278/9)

    Ananias Pires Martins c.c. Joanna maria do Sacramento


  4. Antonio, batizado no mes de Novembro/1847, na Matriz de Vitoria-ES
    Padinho: Antonio Ferreira Rofino e Francisca Maria de Jesus

    (Vitória B19-08.1841-09.1851 - Página D160)

    Antonio Pires Martins c.c. Maria dos Santos Pires
    Professor, conforme jornal de 1885 abaixo


  5. Manoel Pires Martins, Vigário falecido no ano de 1885, conforme jornal abaixo

    Batizado em Anchieta em 16;03.1854, aos 16 anos... - (09.04.1838-Itapeirim, 13.11.1885) (Informações de Paulo Stuck Moraes)

    MARTINS, Manoel Pires (“Pires Martins”) (1838-1885) Deputado provincial por dois mandatos consecutivos. Eleito por Castelo para a 16ª e 17ª Legislaturas (1866-1869), totalizando quatro anos de exercício parlamentar. Ocupou interinamente o cargo de 2º secretário (1867) da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa Provincial. Integrou as Comissões Parlamentares Permanentes de: (a) Contas Orçamento Municipal e de Posturas (1869) e (b) Negócios Eclesiásticos (1869, 1877). Foi também inspetor de Instrução Pública (1885). Padre em Benevente, atual Anchieta (1864), em Vitória (1882) e em Itapemirim (1884). Faleceu em Itapemirim-ES, aos quarenta e sete anos. Filho de Fabianao Pires Martins e Felicidade Perpetua dos Anjos. Irmão do deputado provincial (1882-1885) Alexandrino Pires Martins (“Alexandrino Pires”). (Informações de Gilber Rubim Rangel)

    Foi também o primeiro pároco da freguesia de São Benedito, em Riacho, município de Aracruz (à época 'Santa Cruz'); creio que nomeado em 1868 permanecendo no cargo por pouco tempo. Alguns anos. O bispo o tirou lá do sul e o enviou para Riacho e depois para a capital (foi pároco da matriz de Vitória, atual catedral) para afastá-lo da amásia que morava em frente à sua casa. E no final da vida estava em Itapemirim. Faleceu aí em 1885. O inventário está no APEES (Fundo Fórum de Itapemirim - Série Família - Caixa 02 - Inventariante: seu irmão Ananias Pires Martins. Não consultei este inventário ainda). Deixou alguns filhos. Quase matava o bispo de raiva... Por causa da amásia. O bispo fala dele e da mãe dele na Visita Pastoral. Em Itapemirim ele transcreveu todos os documentos antigos que encontrou no arquivo paroquial de num grande 'Livro do Tombo' em pelo menos uma edição manuscrita muito primorosa que doou ao bispo. Boa dias de hoje tem um grupo de pessoas trabalhando com um original desse livro (não sei se o primoroso doado ao bispo ou se havia um bis...) e será publicado em breve. (Informações de Geraldo Magela)

    Padre Manoel Pires Martins inventariado por Ananias Pires Martins (Itapemirim-ES)(1885) - (colaboração de Diogo Andrade França)

    Faleceu no ano de 1885

    O Constitucional : Orgão do Partido Conservador (ES) - 1885 a 1889 - Ano 1885\Edição 00033 (1)
    https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=721042&pesq=%22Ananias%20Pires%20Martins%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=128


  6. (Hipótese) Rosa Pires Martins, que foi madrinha juntamente com Domingos Martins da Fonseca, em 06/10/1895



1885 - Falecimento do Vigário Manoel Pires Martins




 

INÍCIO      BIBLIOGRAFIA     LINK     ÍNDICE     INVENTÁRIOS     OUTROS     PESQUISA NO SITE