Autismo

Página acima

Autismo do latim actu + ismo Fenômeno patológico caracterizado pelo desligamento da realidade exterior e criação mental de um mundo autônomo.

http://www.lema.not.br/indexcanais.php?pagecanais=faq&acao=resposta&sub=11&princi=Canais&recstart=0&q_id=71


        Muitos Espíritos buscam na alienação_mental, através do autismo, fugir a suas vítimas e apagar as lembranças que os acicatam, produzindo um mundo interior agitado ante uma exterioridade apática, quase sem vida. 

 

BEZERRA DE MENEZES em:

LOB 4, 7 e 18

AQMPG 207 a 214

ELPPG 111

MRTPG 317 e 318

NMM 12

RFL 26

SLS 30

SOB 4

TVM 20

VEP

 

Trabalho de João Gonçalves Filho / AUTISMO - 230


Livros:

Autismo - Uma Leitura Espiritual

Hermínio C. Miranda

"O autismo é uma desordem do desenvolvimento cerebral relativamente freqüente, acometendo dois a cinco indivíduos em cada dez mil". Hermínio C. Miranda trabalha nas manifestações características dessa desordem, pela óptica espírita "como resultado de um processo de instalação dos referidos programas no hemisfério esquerdo do cérebro".

Deficiência ou Eficiência: Autismo: uma Emergência Espiritual?

NILTON SALVADOR - Fergs


Problemas da Evolução

 

        Ninguém se encontra isento do patrimônio de si mesmo como resultado dos próprios atos. São eles os responsáveis diretos por todas as ocorrências da marcha evolutiva, que constitui grande estímulo para o ser, liberando-o dos processos de transferência de responsabilidade para outrem ou para os fatores circunstanciais, sociais, que normalmente são considerados perturbadores.
        Mesmo quando os imperativos genéticos produzem situações orgânicas ou psíquicas constrangedoras no indivíduo, tais como: 

Joanna de Ângelis

http://espiritismo.weblogger.terra.com.br/200309_espiritismo_arquivo.htm


Aspectos Cármicos, Espirituais e Reencarnatórios

Fabiana Donadel

Grupo Espírita Ramatís - Lages - SC

Trabalho apresentado no 4º Congresso Brasileiro de Apometria

5 a 7 de setembro de 1997 - Porto Alegre - RS

 

        AUTISMO é um distúrbio mental raro e grave que afeta crianças. Entre os sintomas que ocasiona, destaca-se um olhar estranho e distante. 

  • O verdadeiro autismo que é chamado de autismo infantil prematuro, ocorre aproximadamente em um caso a cada 30 mil crianças, 

  • mas o termo autismo também é usado para designar outras formas graves de doença mental que se assemelham ao autismo verdadeiro. 

        Cerca de 75% de todas as crianças autistas, são do sexo masculino.

 

        SINTOMAS:

        A maioria das crianças que tem autismo verdadeiro apresenta os seguintes sintomas:

  • Ausência de Reação - A maior parte dos bebês autistas não se debate e continua a não reagir enquanto cresce.

  • Desligamento - Uma criança autista parece não compreender que é uma pessoa, parece viver em um mundo de sonho, apresentando-se introvertida e alheia ao mundo exterior.

  • Insistência na Repetição - Uma criança com autismo é extraordinariamente intolerante em relação a mudanças em seu meio físico. A criança pode ter um ataque sério se os seus livros, móveis, brinquedos ou outros objetos, não estiverem em seu lugar "certo".

  • Graciosidade - As crianças autistas movem-se com graça, elegância e muitas são especialistas em subir em lugares, A criança autista usa seus dedos e suas mãos com habilidade, mas muitas recusam-se a usar suas mãos. Quando isto acontece, pegam um adulto pelo pulso e usam a mão dele.

  • Talento Musical - Muitas crianças autistas adoram música e insistem em ouvir o mesmo disco inúmeras vezes.

  • Fascinação Mecânica - Uma criança autista pode ficar profundamente fascinada por um certo tipo de objeto e tê-lo consigo o tempo todo. Muitos jovens autistas ficam obcecados por um aparelho, como um liquidificador ou um aspirador de pó.

  • Fala - Muitas crianças autistas são mudas, nunca falam ou pronunciam apenas algumas palavras durante toda sua vida. Outras falam, mas só são capazes de repetir o que ouvem. Suas vozes soam mecanicamente. As crianças autistas não usam as palavras "eu" e "sim"; podem exprimir a ideia de "sim", repetindo a pergunta que lhe fizeram. Podem repetir interminavelmente poemas ou conversas que tenham ouvido. As crianças autistas que podem falar são capazes de começar a se comunicar através das palavras mais compreensivelmente com a idade de oito ou nove anos.

        CAUSA:

        Leo Kanner, um psiquiatra norte-americano que identificou o autismo pela primeira vez, em 1943, acreditava que se tratava de um distúrbio interno inato da química do organismo. 

  • A maioria dos estudiosos está de acordo com esta teoria. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, pesquisadores descobriram uma quantidade anormal de certas substâncias no sangue e na urina das crianças autistas

  • no entanto, alguns especialistas acreditam que o autismo é provocado pelas atitudes e práticas da mãe, na educação da criança, teoria esta que não explicaria, de modo algum, a causa do autismo verdadeiro.

        Aspectos Cármicos, Espirituais e Reencarnatórios:

        Do ponto de vista espiritual, existem alguns fatores determinantes do Autismo e que o diferem da Síndrome de Down.

        No autismo, os Níveis de Consciência estão isolados. Não existem grupos de nÍveis, como vimos na Síndrome de Down, entretanto, existe um vazamento de informações provenientes de várias vidas que ocasiona essa desarmonia, uma vez que o autista se fixa em seu mundo, não desejando dele sair.

        Muitos encarnados, considerados normais, tem níveis de consciência autistas e por suas atitudes de reclusão, podem construir uma futura encarnação, com manifestação do autismo verdadeiro.

        A maioria dos autistas, são espíritos que no passado, responsabilizaram-se pelo domínio de um grupo, tomando decisões, sem compartilha-las com os demais, além disso, os autistas negam e rejeitam o corpo físico, lesando mais o seu Modelo Organizador Biológico (Corpo Astral).

        Por existir essa dissociação dos níveis de consciência, a interligação entre os Corpos Etérico, Astral e Mental é deficiente, refletindo-se na dificuldade de sincronizar a ideia com a expressão verbal.

        Normalmente, o Corpo Astral é menor que os demais, configuração que representa a inibição das emoções. O autismo parece ser, então, um estado de mau funcionamento dos impulsos nervosos entre a massa cinzenta do cérebro e os demais centros.

 

        Terapêutica Indicada par Tratamento de Autistas:

  • 1º - Desdobramento Múltiplo e Dissociação dos Níveis, para conscientização da necessidade da encarnação.

  • 2º - Cromoterapia Mental e Micro-Organizadores Florais, como visto no tratamento para portadores da Síndrome de Down.

  • 3º - Tratamento em psicologia e terapias avançadas para acessar a dualidade - homem-espírito.

 

http://www.geocities.com/Vienna/Strasse/5774/sindrome.htm


        A Dra. Helen Wambach, psicóloga americana formada com o tradicional pensamento acadêmico, publicou na década de 70, “Recordando Vidas Passadas”. Desenvolvia seu trabalho de psicanálise normalmente, quando esbarrou no conceito de Reencarnação. Iniciou o tratamento de um garoto de quatro anos que tinha sintomas de autismo. Quando conseguiu que ele falasse com ela, falou insistentemente que era um guarda de trânsito e deu detalhes sobre essa vida. A partir daí ela dedicou-se a estudar fenômenos psíquicos e utilizando a hipnose/relaxamento consciente; dessa forma regrediu mais de duas mil pessoas

http://www.espirito.com.br/portal/artigos/diversos/estudo/o-fenomeno-da-regressao.html


LINKs:


Ver também: 

 

Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS