Sermões de Jesus
Página acima: Jesus

--

        Sermão é, conforme os dicionários, discurso religioso, doutrinal ou moral; reprimenda com intenção de moralizar; admoestação e crítica. Em seu messianato, Jesus proferiu quatro sermões, públicos e privados, com destinação certa e procurando atingir seus objetivos. Os públicos eram feitos em lugares que marcaram a passagem do Mestre, que ensinava caminhando. Os privados, feitos em reuniões fechadas com seus discípulos.  

  • O primeiro deles – e o mais importante – é o Sermão da Montanha, também chamado O Sermão das Bem-Aventuranças. (Mateus 5-7, Marcos 5 e Lucas 6)
  • O segundo é o Sermão Profético. (Mateus 24, Marcos 13 e Lucas 17.20-37)
  • O terceiro é denominado Sermão do Cenáculo, (João 14 - 17)
  • e o último representa uma reprimenda e severa admoestação aos escribas e fariseus: é o Sermão dos Oito “Ais”. (Meteus 23)

http://www.ceoe.org.br/portal2009/index.php/component/content/article/25-eventos-1o-pg/289-os-sermoes-de-jesus.htm

Sermão da Montanha

  • MATEUS [5]
    • 1 Jesus, pois, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo se assentado, aproximaram-se os seus discípulos,
    • 2 e ele se pôs a ensiná-los, dizendo:
    • 3 Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.
    • 4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.
    • 5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
    • 6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.
    • 7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.
    • 8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.
    • 9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
    • 10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
    • 11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa.
    • 12 Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.
    • 13 Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens.
    • 14 Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;
    • 15 nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.
    • 16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
    • 17 Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.
    • 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.
    • 19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
    • 20 Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
    • 21 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e, Quem matar será réu de juízo.
    • 22 Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo, será réu do fogo do inferno.
    • 23 Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,
    • 24 deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta.
    • 25 Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão.
    • 26 Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil.
    • 27 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás.
    • 28 Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.
    • 29 Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
    • 30 E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno.
    • 31 Também foi dito: Quem repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.
    • 32 Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério.
    • 33 Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos.
    • 34 Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus;
    • 35 nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei;
    • 36 nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto.
    • 37 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno.
    • 38 Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente.
    • 39 Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;
    • 40 e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa;
    • 41 e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil.
    • 42 Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes.
    • 43 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo.
    • 44 Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;
    • 45 para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.
    • 46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo?
    • 47 E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo?
    • 48 Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.  

  • MATEUS [6]
    • 1 Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus
    • 2 Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.
    • 3 Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita;
    • 4 para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.
    • 5 E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.
    • 6 Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.
    • 7 E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos.
    • 8 Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.
    • 9 Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
    • 10 venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
    • 11 o pão nosso de cada dia nos dá hoje;
    • 12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores;
    • 13 e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém.]
    • 14 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;
    • 15 se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.
    • 16 Quando jejuardes, não vos mostreis contristrados como os hipócritas; porque eles desfiguram os seus rostos, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo que járeceberam a sua recompensa.
    • 17 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto,
    • 18 para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.
    • 19 Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
    • 20 mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consumem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
    • 21 Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração. (Ver: Prova de riqueza e miséria)
    • 22 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo teu corpo terá luz;
    • 23 se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes são tais trevas!
    • 24 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.
    • 25 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais o que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?
    • 26 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?
    • 27 Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?
    • 28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;
    • 29 contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.
    • 30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?
    • 31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?
    • 32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.
    • 33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
    • 34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.
  • MATEUS [7]
    • 1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
    • 2 Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.
    • 3 E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?
    • 4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?
    • 5 Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão.
    • 6 Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis aos porcos as vossas pérolas, para não acontecer que as calquem aos pés e, voltando-se, vos despedacem.
    • 7 Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á.
    • 8 Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á.
    • 9 Ou qual dentre vós é o homem que, se seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra?
    • 10 Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente?
    • 11 Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhas pedirem?
    • 12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas.
    • 13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
    • 14 e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram.
    • 15 Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.
    • 16 Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
    • 17 Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus.
    • 18 Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má dar frutos bons.
    • 19 Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.
    • 20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
    • 21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
    • 22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
    • 23 Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.
    • 24 Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha.
    • 25 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.
    • 26 Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia.
    • 27 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda.
    • 28 Ao concluir Jesus este discurso, as multidões se maravilhavam da sua doutrina;
    • 29 porque as ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas.

 

Sermão Profético

MATEUS [24]
  • 1 Ora, Jesus, tendo saído do templo, ia-se retirando, quando se aproximaram dele os seus discípulos, para lhe mostrarem os edifícios do templo.
  • 2 Mas ele lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não se deixará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.
  • 3 E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo.
  • 4 Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane.
  • 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão.
  • 6 E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim.
  • 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares.
  • 8 Mas todas essas coisas são o princípio das dores.
  • 9 Então sereis entregues à tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
  • 10 Nesse tempo muitos hão de se escandalizar, e trair-se uns aos outros, e mutuamente se odiarão.
  • 11 Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos;
  • 12 e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.
  • 13 Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.
      
      (Ver: Reencarnação)
  • 14 E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
  • 15 Quando, pois, virdes estar no lugar santo a abominação de desolação, predita pelo profeta Daniel (quem lê, entenda),
  • 16 então os que estiverem na Judéia fujam para os montes;
  • 17 quem estiver no eirado não desça para tirar as coisas de sua casa,
  • 18 e quem estiver no campo não volte atrás para apanhar a sua capa.
  • 19 Mas ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias!
  • 20 Orai para que a vossa fuga não suceda no inverno nem no sábado;
  • 21 porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá.
  • 22 E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.
  • 23 Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis;
  • 24 porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
  • 25 Eis que de antemão vo-lo tenho dito.
  • 26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto; não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.
  • 27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do filho do homem.
  • 28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.
  • 29 Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados.
  • 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
  • 31 E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.
  • 32 Aprendei, pois, da figueira a sua parábola: Quando já o seu ramo se torna tenro e brota folhas, sabeis que está próximo o verão.
  • 33 Igualmente, quando virdes todas essas coisas, sabei que ele está próximo, mesmo às portas.
  • 34 Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas essas coisas se cumpram.
  • 35 Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.
  • 36 Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai.
  • 37 Pois como foi dito nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.
  • 38 Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca,
  • 39 e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos; assim será também a vinda do Filho do homem.
  • 40 Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro;
  • 41 estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra.
  • 42 Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor;
  • 43 sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.
  • 44 Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem.
  • 45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o senhor pôs sobre os seus serviçais, para a tempo dar-lhes o sustento?
  • 46 Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar assim fazendo.
  • 47 Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens.
  • 48 Mas se aquele outro, o mau servo, disser no seu coração: Meu senhor tarda em vir,
  • 49 e começar a espancar os seus conservos, e a comer e beber com os ébrios,
  • 50 virá o senhor daquele servo, num dia em que não o espera, e numa hora de que não sabe,
  • 51 e cortá-lo-á pelo meio, e lhe dará a sua parte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes.

MARCOS [13]

  • 1 Quando saía do templo, disse-lhe um dos seus discípulos: Mestre, olha que pedras e que edifícios!


  • 2 Ao que Jesus lhe disse: Vês estes grandes edifícios? Não se deixará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.

  • 3 Depois estando ele sentado no Monte das Oliveiras, defronte do templo, Pedro, Tiago, João e André perguntaram-lhe em particular:
  • 4 Dize-nos, quando sucederão essas coisas, e que sinal haverá quando todas elas estiverem para se cumprir?
  • 5 Então Jesus começou a dizer-lhes: Acautelai-vos; ninguém vos engane;
  • 6 muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu; e a muitos enganarão.
  • 7 Quando, porém, ouvirdes falar em guerras e rumores de guerras, não vos perturbeis; forçoso é que assim aconteça: mas ainda não é o fim.
  • 8 Pois se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes. Isso será o princípio das dores.
  • 9 Mas olhai por vós mesmos; pois por minha causa vos hão de entregar aos sinédrios e às sinagogas, e sereis açoitados; também sereis levados perante governadores e reis, para lhes servir de testemunho.
  • 10 Mas importa que primeiro o evangelho seja pregado entre todas as nações.
  • 11 Quando, pois, vos conduzirem para vos entregar, não vos preocupeis com o que haveis de dizer; mas, o que vos for dado naquela hora, isso falai; porque não sois vós que falais, mas sim o Espírito Santo.
  • 12 Um irmão entregará à morte a seu irmão, e um pai a seu filho; e filhos se levantarão contra os pais e os matarão.
  • 13 E sereis odiados de todos por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo.
  • 14 Ora, quando vós virdes a abominação da desolação estar onde não deve estar (quem lê, entenda), então os que estiverem na Judéia fujam para os montes;

  • 15 quem estiver no eirado não desça, nem entre para tirar alguma coisa da sua casa;
  • 16 e quem estiver no campo não volte atrás para buscar a sua capa.
  • 17 Mas ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias!
  • 18 Orai, pois, para que isto não suceda no inverno;


  • 19 porque naqueles dias haverá uma tribulação tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá.
  • 20 Se o Senhor não abreviasse aqueles dias, ninguém se salvaria mas ele, por causa dos eleitos que escolheu, abreviou aqueles dias.
  • 21 Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo ali! não acrediteis.
  • 22 Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão sinais e prodígios para enganar, se possível, até os escolhidos.
  • 23 Ficai vós, pois, de sobreaviso; eis que de antemão vos tenho dito tudo.
  • 24 Mas naqueles dias, depois daquela tribulação, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz;
  • 25 as estrelas cairão do céu, e os poderes que estão nos céus, serão abalados.
  • 26 Então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória.
  • 27 E logo enviará os seus anjos, e ajuntará os seus eleitos, desde os quatro ventos, desde a extremidade da terra até a extremidade do céu.
  • 28 Da figueira, pois, aprendei a parábola: Quando já o seu ramo se torna tenro e brota folhas, sabeis que está próximo o verão.
  • 29 Assim também vós, quando virdes sucederem essas coisas, sabei que ele está próximo, mesmo às portas.









  • 30 Em verdade vos digo que não passará esta geração, até que todas essas coisas aconteçam.
  • 31 Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão.

  • 32 Quanto, porém, ao dia e à hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu nem o Filho, senão o Pai.













  • 33 Olhai! vigiai! porque não sabeis quando chegará o tempo.
  • 34 É como se um homem, devendo viajar, ao deixar a sua casa, desse autoridade aos seus servos, a cada um o seu trabalho, e ordenasse também ao porteiro que vigiasse.
  • 35 Vigiai, pois; porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã;
  • 36 para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo.
  • 37 O que vos digo a vós, a todos o digo: Vigiai.

LUCAS [17]

  • 20 Sendo Jesus interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, respondeu-lhes: O reino de Deus não vem com aparência exterior;
  • 21 nem dirão: Ei-lo aqui! ou: Ei-lo ali! pois o reino de Deus está dentro de vós.
  • 22 Então disse aos discípulos: Dias virão em que desejareis ver um dos dias do Filho do homem, e não o vereis.
  • 23 Dir-vos-ão: Ei-lo ali! ou: Ei-lo aqui! não vades, nem os sigais;
  • 24 pois, assim como o relâmpago, fuzilando em uma extremidade do céu, ilumina até a outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia.
  • 25 Mas primeiro é necessário que ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração.
  • 26 Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem.
  • 27 Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos.
  • 28 Como também da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam;
  • 29 mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos;
  • 30 assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.
  • 31 Naquele dia, quem estiver no eirado, tendo os seus bens em casa, não desça para tirá-los; e, da mesma sorte, o que estiver no campo, não volte para trás.
  • 32 Lembrai-vos da mulher de Ló.
  • 33 Qualquer que procurar preservar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, conservá-la-á.
  • 34 Digo-vos: Naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e o outro será deixado.
  • 35 Duas mulheres estarão juntas moendo; uma será tomada, e a outra será deixada.
  • 36 [Dois homens estarão no campo; um será tomado, e o outro será deixado.]
  • 37 Perguntaram-lhe: Onde, Senhor? E respondeu-lhes: Onde estiver o corpo, aí se ajuntarão também os abutres.

 

 

LUCAS [21]

  • 5 E falando-lhe alguns a respeito do templo, como estava ornado de formosas pedras e dádivas, disse ele:
  • 6 Quanto a isto que vedes, dias virão em que não se deixará aqui pedra sobre pedra, que não seja derribada.
  • 7 Perguntaram-lhe então: Mestre, quando, pois, sucederão estas coisas? E que sinal haverá, quando elas estiverem para se cumprir?
  • 8 Respondeu então ele: Acautelai-vos; não sejais enganados; porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu; e: O tempo é chegado; não vades após eles.
  • 9 Quando ouvirdes de guerras e tumultos, não vos assusteis; pois é necessário que primeiro aconteçam essas coisas; mas o fim não será logo.
  • 10 Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino;
  • 11 e haverá em vários lugares grandes terremotos, e pestes e fomes; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.
  • 12 Mas antes de todas essas coisas vos hão de prender e perseguir, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome.
  • 13 Isso vos acontecerá para que deis testemunho.
  • 14 Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de fazer a vossa defesa;
  • 15 porque eu vos darei boca e sabedoria, a que nenhum dos vossos adversário poderá resistir nem contradizer.
  • 16 E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós;
  • 17 e sereis odiados de todos por causa do meu nome.
  • 18 Mas não se perderá um único cabelo da vossa cabeça.
  • 19 Pela vossa perseverança ganhareis as vossas almas.
  • 20 Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação.
  • 21 Então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade, saiam; e os que estiverem nos campos não entrem nela.
  • 22 Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas.
  • 23 Ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias! porque haverá grande angústia sobre a terra, e ira contra este povo.
  • 24 E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos destes se completem.
  • 25 E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
  • 26 os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto os poderes do céu serão abalados.
  • 27 Então verão vir o Filho do homem em uma nuvem, com poder e grande glória.
  • 28 Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima.
  • 29 Propôs-lhes então uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores;
  • 30 quando começam a brotar, sabeis por vós mesmos, ao vê-las, que já está próximo o verão.
  • 31 Assim também vós, quando virdes acontecerem estas coisas, sabei que o reino de Deus está próximo.
  • 32 Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo isso se cumpra.
  • 33 Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.
  • 34 Olhai por vós mesmos; não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e aquele dia vos sobrevenha de improviso como um laço.
  • 35 Porque há de vir sobre todos os que habitam na face da terra.
  • 36 Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que hão de acontecer, e estar em pé na presença do Filho do homem.
  • 37 Ora, de dia ensinava no templo, e à noite, saindo, pousava no monte chamado das Oliveiras.
  • 38 E todo o povo ia ter com ele no templo, de manhã cedo, para o ouvir.

 

Sermão do Cenáculo

JOÃO [14]

  • 1 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
  • 2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.
  • 3 E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
  • 4 E para onde eu vou vós conheceis o caminho.
  • 5 Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?
  • 6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
  • 7 Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
  • 8 Disse-lhe Felipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.
  • 9 Respondeu-lhe Jesus: Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Felipe? Quem me viu a mim, viu o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
  • 10 Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras.
  • 11 Crede-me que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras.
  • 12 Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai;
  • 13 e tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
  • 14 Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei.
  • 15 Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.   
  • 16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre.
  • 17 a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós.  
  • 18 Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós. (Jesus voltou, apareceu primeiramente a Maria [Madalena], posteriormente aos apóstolos, materializando-se)
  • 19 Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis.
  • 20 Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.
  • 21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
  • 22 Perguntou-lhe Judas (não o Iscariotes): O que houve, Senhor, que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?
  • 23 Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada.
  • 24 Quem não me ama, não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai que me enviou.
  • 25 Estas coisas vos tenho falado, estando ainda convosco.
  • 26 Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito.
  • 27 Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
  • 28 Ouvistes que eu vos disse: Vou, e voltarei a vós. Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai; porque o Pai é maior do que eu.
  • 29 Eu vo-lo disse agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós creiais. (Certamente, Jesus falou dessa forma por estar se referindo às manifestações espirituais, tanto a Sua volta quanto ao envio do Ajudador - Espírito Verdade)
  • 30 Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim;
  • 31 mas, assim como o Pai me ordenou, assim mesmo faço, para que o mundo saiba que eu amo o Pai. Levantai-vos, vamo-nos daqui.

JOÃO [15]

  • 1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o viticultor.
  • 2 Toda vara em mim que não dá fruto, ele a corta; e toda vara que dá fruto, ele a limpa, para que dê mais fruto.
  • 3 Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado.
  • 4 Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim.
  • 5 Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
  • 6 Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas.
  • 7 Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito.
  • 8 Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.
  • 9 Como o Pai me amou, assim também eu vos amei; permanecei no meu amor.
  • 10 Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.
  • 11 Estas coisas vos tenho dito, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.
  • 12 O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.
  • 13 Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.
  • 14 Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
  • 15 Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamei-vos amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer.
  • 16 Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.
  • 17 Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros.
  • 18 Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim.
  • 19 Se fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; mas, porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia.
  • 20 Lembrai-vos da palavra que eu vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, guardarão também a vossa.
  • 21 Mas tudo isto vos farão por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou.
  • 22 Se eu não viera e não lhes falara, não teriam pecado; agora, porém, não têm desculpa do seu pecado.
  • 23 Aquele que me odeia a mim, odeia também a meu Pai.
  • 24 Se eu entre eles não tivesse feito tais obras, quais nenhum outro fez, não teriam pecado; mas agora, não somente viram, mas também odiaram tanto a mim como a meu Pai.
  • 25 Mas isto é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem causa.
  • 26 Quando vier o Ajudador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim;
  • 27 e também vós dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio.

JOÃO [16]

  • 1 Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis.
  • 2 Expulsar-vos-ão das sinagogas; ainda mais, vem a hora em que qualquer que vos matar julgará prestar um serviço a Deus.
  • 3 E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim.
  • 4 Mas tenho-vos dito estas coisas, a fim de que, quando chegar aquela hora, vos lembreis de que eu vo-las tinha dito. Não vo-las disse desde o princípio, porque estava convosco.
  • 5 Agora, porém, vou para aquele que me enviou; e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais?
  • 6 Antes, porque vos disse isto, o vosso coração se encheu de tristeza.
  • 7 Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei.
  • 8 E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:
  • 9 do pecado, porque não crêem em mim;
  • 10 da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais,
  • 11 e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.
  • 12 Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora.
  • 13 Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.
  • 14 Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará.
  • 15 Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso eu vos disse que ele, recebendo do que é meu, vo-lo anunciará.
  • 16 Um pouco, e já não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis. [mais uma vez Jesus falava da sua materialização, após a cricificação]
  • 17 Então alguns dos seus discípulos perguntaram uns para os outros: Que é isto que nos diz? Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis; e: Porquanto vou para o Pai?
  • 18 Diziam pois: Que quer dizer isto: Um pouco? Não compreendemos o que ele está dizendo.
  • 19 Percebeu Jesus que o queriam interrogar, e disse-lhes: Indagais entre vós acerca disto que disse: Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis?
  • 20 Em verdade, em verdade, vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós estareis tristes, porém a vossa tristeza se converterá em alegria.
  • 21 A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo gozo de haver um homem nascido ao mundo.
  • 22 Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas eu vos tornarei a ver, e alegrar-se-á o vosso coração, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará.
  • 23 Naquele dia nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo que tudo quanto pedirdes ao Pai, ele vo-lo concederá em meu nome.
  • 24 Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo seja completo.
  • 25 Disse-vos estas coisas por figuras; chega, porém, a hora em que vos não falarei mais por figuras, mas abertamente vos falarei acerca do Pai.
  • 26 Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que eu rogarei por vós ao Pai;
  • 27 pois o Pai mesmo vos ama; visto que vós me amastes e crestes que eu saí de Deus.
  • 28 Saí do Pai, e vim ao mundo; outra vez deixo o mundo, e vou para o Pai.
  • 29 Disseram os seus discípulos: Eis que agora falas abertamente, e não por figura alguma.
  • 30 Agora conhecemos que sabes todas as coisas, e não necessitas de que alguém te interrogue. Por isso cremos que saíste de Deus.
  • 31 Respondeu-lhes Jesus: Credes agora?
  • 32 Eis que vem a hora, e já é chegada, em que vós sereis dispersos cada um para o seu lado, e me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo.
  • 33 Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.


Sermão dos oito "Ais"

MATEUS [23]

  • 1 Então falou Jesus às multidões e aos seus discípulos, dizendo:
  • 2 Na cadeira de Moisés se assentam os escribas e fariseus.
  • 3 Portanto, tudo o que vos disserem, isso fazei e observai; mas não façais conforme as suas obras; porque dizem e não praticam.
  • 4 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; mas eles mesmos nem com o dedo querem movê-los.
  • 5 Todas as suas obras eles fazem a fim de serem vistos pelos homens; pois alargam os seus filactérios, e aumentam as franjas dos seus mantos;
  • 6 gostam do primeiro lugar nos banquetes, das primeiras cadeiras nas sinagogas,
  • 7 das saudações nas praças, e de serem chamados pelos homens: Rabi.
  • 8 Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi; porque um só é o vosso Mestre, e todos vós sois irmãos.
  • 9 E a ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus.
  • 10 Nem queirais ser chamados guias; porque um só é o vosso Guia, que é o Cristo.
  • 11 Mas o maior dentre vós há de ser vosso servo.
  • 12 Qualquer, pois, que a si mesmo se exaltar, será humilhado; e qualquer que a si mesmo se humilhar, será exaltado.
  • 13 Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque fechais aos homens o reino dos céus; pois nem vós entrais, nem aos que entrariam permitis entrar.
  • 14 (Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque devorais as casas das viúvas e sob pretexto fazeis longas orações; por isso recebereis maior condenação.)
  • 15 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós.
  • 16 Ai de vós, guias cegos! que dizeis: Quem jurar pelo ouro do santuário, esse fica obrigado ao que jurou.
  • 17 Insensatos e cegos! Pois qual é o maior; o ouro, ou o santuário que santifica o ouro?
  • 18 E: Quem jurar pelo altar, isso nada é; mas quem jurar pela oferta que está sobre o altar, esse fica obrigado ao que jurou.
  • 19 Cegos! Pois qual é maior: a oferta, ou o altar que santifica a oferta?
  • 20 Portanto, quem jurar pelo altar jura por ele e por tudo quanto sobre ele está;
  • 21 e quem jurar pelo santuário jura por ele e por aquele que nele habita;
  • 22 e quem jurar pelo céu jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está assentado.
  • 23 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a aber, a justiça, a misericórdia e a fé; estas coisas, porém, devíeis fazer, sem omitir aquelas.
  • 24 Guias cegos! que coais um mosquito, e engulis um camelo.
    25 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque limpais o exterior do copo e do prato, mas por dentro estão cheios de rapina e de intemperança.
  • 26 Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo, para que também o exterior se torne limpo.
  • 27 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia.
  • 28 Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade.
  • 29 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos,
  • 30 e dizeis: Se tivéssemos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido cúmplices no derramar o sangue dos profetas.
  • 31 Assim, vós testemunhais contra vós mesmos que sois filhos daqueles que mataram os profetas.
  • 32 Enchei vós, pois, a medida de vossos pais.
  • 33 Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?
  • 34 Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas: e a uns deles matareis e crucificareis; e a outros os perseguireis de cidade em cidade;
  • 35 para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra, desde o sangue de Abel, o justo, até o sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que mataste entre o santuário e o altar.
  • 36 Em verdade vos digo que todas essas coisas hão de vir sobre esta geração.
  • 37 Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, apedrejas os que a ti são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e não o quiseste!
  • 38 Eis aí abandonada vos é a vossa casa.
  • 39 Pois eu vos declaro que desde agora de modo nenhum me vereis, até que digais: Bendito aquele que vem em nome do Senhor.


LINKs:

 Ver também:


Crianças e Adolescentes

DESAPARECIDOS